Navigation

Música aproxima São Luis da Suíça

Coral São João se apresentou em Genebra, Lausanne, Montreux, Fribourg e Neuchâtel. swissinfo.ch

Um dos melhores corais do Brasil acaba de realizar turnê por 5 cidades suíças e vários espetáculos em Friburgo.

Este conteúdo foi publicado em 19. março 2005 - 16:24

Com repertório variado e amplo, o coral misto São João indiretamente promove um intercâmbio cultural...

Numa 2ª. turnê pela Suíça, o Coral São João, da capital maranhense, esbanjou alegria, descontração e – apesar de ser amador - demonstra bom nível de profissionalismo nos shows apresentados.

Os principais méritos vêm certamente do entusiasmo contagiante demonstrado pelo chefe do coral, Fernando Mouchrek, engenheiro agrônomo de profissão que faz música unicamente "por hobby e por amor".

Um hobby que o leva a dirigir 10 corais de sua região, além de ensinar na Universidade Estadual do Maranhão. Ele garante que lhe sobra tempo para dormir.

Mas os 39 membros do grupo estiveram igualmente empenhados em defender um repertório que vai da música sacra e erudita à MPB e ao folclore maranhense, passando por negro spirituals e sucessos latinos. Mas sempre com ênfase na música brasileira.

É um desafio abordar gêneros de músicas tão diferentes, que exigem técnicas diferentes. O maestro Fernando está bem consciente disso: "Quando você canta música erudita, música sacra ou operística, a impostação é uma. Quando você faz música brasileira tem que mudar a entonação de voz porque não é legal cantar samba com voz de ópera".

Proeza

Na Suíça deram certamente conta do recado. Bastava ver a alegria dos suíços que assistiam ao espetáculo, uma recompensa para o maestro Mouchrek: "É importante quando a gente vem de uma terra tida como país de terceiro mundo mostrar que fazemos música com amor, passando calor humano à platéia".

Talvez as efusões excessivas possam ter assustado os suíços pouco propensos a sentimentalismos. Mas parece que levaram numa boa.

Resta que manter o entusiasmo e otimismo numa turnê corrida como essa do Coral São João não deixa de ser uma proeza.

Essa turnê é "cansativa", reconhece o maestro. Cansativa porque do dia 13 a 25 de março, o Coral São João, além de Friburgo, se apresentou em quatro outras cidades da Suíça Romanda (de expressão francesa): Genebra, Lausanne, Montreux e Neuchâtel.

Mas ainda dá espetáculo na Alemanha antes de ir a Paris, onde participa de evento relacionado com o Ano do Brasil na França.

Função de embaixador

O resultado mais interessante dessa vinda do coral à Suíça é certamente não apenas divulgar um dos aspectos mais fortes da cultura brasileira, a MPB, mas criar laços entre dois países.

O São João acaba assumindo a função de embaixador, provocando intercâmbios bilaterais.

Desde a primeira vez que o Coral São João esteve na Suíça em 1995, um coral de Friburgo (Mon Pays) já esteve em São Luís do Maranhão, e teria projeto de voltar. Um coral de Lausanne (Laudate) também já efetuou a viagem...

"E agora, promete Mouchrek, vamos levar o coral da polícia de Lausanne à nossa cidade".

A música aproxima então a Suíça de São Luís, o que não surpreende sendo uma linguagem universal.

swissinfo, J.Gabriel Barbosa

Breves

- Coral integrado por 40 pessoas, o São João, de São Luís do Maranhão, tem certo renome. Já fez duas viagens à Europa e representou o Brasil em festivais internacionais.

- O coral acaba de efetuar uma turnê suíça, com passagem pela Alemanha e Paris, divulgando a cultura brasileira e criando laços bilaterais. Corais suíços têm visitado São Luís.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?