Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Montreux integrou Freddie Mercury em seu patrimônio

Estátua de Mercury às margens do lago Leman, em Montreux (foto: © www.montreux.ch)

O celebrado líder do grupo pop Queen deixou lembranças e marcas em Montreux, onde viveu os últimos meses de vida.

A charmosa cidade, lugar de peregrinação dos fãs, sabe explorar trunfos como este...

Vale lembrar que grupo Queen – que se desfez com a morte do vocalista, ocorrida em novembro de 1991 – é considerado um peso pesado da música pop. A banda impôs um estilo e deixou sucessos como Bohemian Rhapsody, We Will Rock You ou, ainda, We Are the Champions, (freqüentemente entoado em estádios de futebol). No filão da música pop, o grupo teria vendido nos anos 70 e 80, mais de 100 milhões de álbuns.

Oásis de paz

Entende-se, então, porque Queen entrou para a categoria de mito e porque Freddie Mercury, a estrela maior dessa “constelação”, continue brilhando. E os fãs, sempre à procura dos menores gestos de seus ídolos, têm encontrado motivos suficientes para fazer verdadeiras peregrinações a Montreux.

Nessa região de charme, ao pé dos Alpes e à beira do Lago Leman, Freddie Mercury, já gravemente atingido pela aids, viveu os últimos meses de sua vida. Foi também lá que a banda gravou seu derradeiro álbum, “Made in Heaven”. E Freddie, debilitado mas perfeccionista caprichou como pôde.

Era também ao lado da pequena cidade – mais precisamente num chalé em Clarens – onde Freddie organizava festas ou se recolhia para compor.

Encantado pelas belezas naturais e pela tranqüilidade ambiente, o artista aconselhava a região a todos que procurassem paz de espírito. :

Memorial Day

Montreux soube canalizar e explorar essa busca dos fãs de aproximar-se do ídolo por todos os meios. (Mais ou menos como fiéis católicos se agarram a relíquias de santos). Em novembro de 1996 foi inaugurada, com pompa e circunstância, uma estátua do artista (mostrando Mercury com o punho erguido), ao lado de uma extensa via de passeio à beira lago, muito apreciada para caminhadas..

Em 6 de setembro de 2003, Montreux organizou um Memorial Day – com um programa destinado a satisfazer à curiosidade dos fãs. Cerca 300 compareceram à homenagem.

Bazar Suisse

Assim, Montreux – onde o turismo já despontou há dois séculos e conta com o famoso “Jazz Festival” para se promover – tem mais um trunfo favorável a seu desenvolvimento.

Curiosamente, quando se trata de Freddie Mercury, a agência oficial de turismo da cidade orienta os interessados a procurarem uma loja – Bazar Suisse – que vende estatuetas do ex-vocalista de Queen. (Se a citamos é porque porcentagem das vendas é destinada à pesquisa contra a aids).

O dono da loja, Norbert Muller, parece conhecer todos os detalhes relativos à passagem do artista por Montreux.

Norbert lembra por exemplo que Freddie Mercury viveu na região apenas cerca de dois meses em luxuoso apartamento (em Territet), “onde os atuais locatários não querem saber de visitas”. O apartamento só pode ser visto de longe.

Mountain Studio

Quanto ao chalé onde Mercury “buscava inspiração”, ele está em uma propriedade privada e “pode ser avistado apenas a partir do lago”.

Resta o Mountain Studio, em que foi gravado Made in Heaven, e hoje integrado ao Casino de Montreux, onde se realiza grande número de shows do badalado Jazz Festival.

“Ninguém sabe que futuro ele terá, mesmo David Richards, engenheiro de som e patrão do local”, diz Norbert Muller.

“local mítico”

O mítico Mountain Studio foi propriedade de Queen de 1979 a 1991, lembra o jornal Le Matin, de Lausanne. “Desde sua criação por lá desfilaram os grandes, como Rolling Stones, David Bowie, Led Zeppelin e um certo Michael Jackson”.

O jornal explica que a recente renovação do Casino “amputou um andar do Studio” e hoje o ele pertence aos novos donos do Casino... “Mas o porvir desse local mítico resta incerto”.

swissinfo,J.Gabriel Barbosa

Fatos

O grupo Queen tinha um estúdio de gravação em Montreux.
Freddie Mercury passou os últimos meses de sua vida na região.

Aqui termina o infobox

Breves

- O último disco do Queen, "Made in Heaven", foi gravado em Montreux, quando Freddie Mercury já estava doente.

- Fãs do Queen costumam ir a Montreux.

- A estátua do artista, às margens do lago, foi inaugurada em 1996.

- Em setembro último, Montreux organizou uma homenagem à memória de Mercuy, com a presença de 300 fãs.

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×