Navigation

Primeiro bloco brasileiro anima carnaval de Friburgo

Carnaval na Suíça, ou Fastnacht em alemão, possui diversas tradições e até datas diferentes. Mas certamente nada de samba, rebolado e paetês... até agora. Este ano, o Carnaval des Bolzes da cidade de Friburgo incorporou um bloco brasileiro ao desfile oficial, comemorando os 200 anos da fundação da cidade de Nova Friburgo, no Estado do Rio de Janeiro, por um destemido grupo de emigrantes suíços. 

Este conteúdo foi publicado em 14. fevereiro 2018 - 14:57

O Carnaval des Bozes acontece desde 1968, ano lembrado por um dos blocos com uma interpretação “flower power”: jovens netos e netas de hippies fantasiadas(os) de hippies, jogando paralelepípedos de espuma na plateia para lembrar o espírito de contestação da época. Mas isso foi há muito, muito tempo atrás. E o que vinha logo depois foram os brasileiros – ou melhor, uma mistura de suíços, portugueses, brasileiros, até alemães. 

A Rainha da Bateria era legítima carioca, e puxou o bloco até o fim com elegância e sensualidade sem vulgaridade. A bateria, arremedo de músicos amadores e amantes do samba, manteve a galhardia, enquanto os carros alegóricos transportavam a Miss Suíça do ano passado distribuindo confete e sorrisos à brava plateia que enfrentou temperaturas quase negativas, chuva e quase neve em prol da folia. 


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.