Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

O maior festival pop com toque latino

Nyon, seu acampamento, seus encontros e seus espetáculos é verdadeira festa para a juventude

(swissinfo.ch)

De 22 a 29, o Paleo Festival Nyon apresenta uma centena de espetáculos de música jovem - e menos jovem - com artistas e ritmos para todos os gostos. Entre as atrações deste ano : The Young Gods, Ben Harper, St Germain e Texas, Manu Chao, Henri Salvador, Daniela Mercury e Márcio Faraco, Bonga e Teófilo Chantre.

« Gostamos de mesclar estilos. Queremos gente de cabeça aberta e fazer descobertas a semana inteira», diz o porta-voz do festival, Vincent Sager.

Um caldeirão de ritmos

Variedade não falta no Paléo Festival que começou modestamente em 1975, dedicado então exclusivamente à música folk. Hoje - já na sua 26a. edição - se o rock e pop sobressaem, Nyon abriu-se para os diferentes ritmos jovens e para a « música do mundo » (world music).

Na atual edição, toda pessoa interessada em assistir aos espetáculos pode fazer sua escolha pela Internet (no site mencionado abaixo) e mesmo seguir o evento on line.

Na abertura, por exemplo, o festival privilegia o rock e o pop com Pulp e Texas (GB), mas também o grooves com St Germain... no dia 26, volta o rock, o rock eletrônico de The Young Gods, grupo suíço bastante conhecido.

Muitas vedetes

Do mundo francês, dois pesos leves (questão de gosto, é claro) Pascal Obispo e Vanessa Paradis e os pesos pesados: Claude Nougaro e o já lendário Henri Salvador, 84 anos e muito alerta, como revelam as canções de seu último CD "Chambre avec vue".

Na chamada "world music" uma das grandes atrações é Manu Chão, depois dos sucessos de seus CDs "Clandestino" e "Esperanza". Os ingressos para o show, no dia do encerramento, 29/7, ficaram esgotados um mês antes.

No mesmo dia, o público poderá descobrir a peruana Susana Baca, "uma grande cantora", afirma Vincent Sager.

Entre os artistas que falam nossa língua, o veterano angolano Bonga, o cabo-verdiano Teófilo Chantre, e 2 brasileiros: a baiana Daniela Mercury e Márcio Faraco que tem recebido boas críticas na Europa.

Para os apreciadores dos ritmos cubanos, há Cachaito Lopez (ex-Buena Vista Social Club) no encerramento.

Uma aldeia global

A publicidade do Paleo Festival Nyon reza: "seis dias, 5 palcos, 100 espetáculos" , em grandes tendas de lona, que devem atrair cerca de 200 mil pessoas.

Nyon oferece a seu público, na grande maioria jovens, uma verdadeira festa de confraternização numa espécie de aldeia global instalada em acampamento ao lado do local onde os artistas se apresentam. Abusos são quase inevitáveis, mas a segurança está sendo muito mais severa para evitar tragédias recentes: uma morte por overdose e um estupro. E só acampa que comprar ingresso!

swissinfo com agências.


Links

×