Navigation

Suíça registra 40.000 casos de intoxicação em 2020

Animais venenosos, incluindo cobras, foram responsáveis por 1,2% dos casos assinalados. © Keystone/ Valentin Flauraud

Mais da metade de todos os casos relatados no ano passado envolveu crianças que ingeriram substâncias tóxicas acidentalmente. Em geral, o número de casos aumentou 2% em relação a 2019.

Este conteúdo foi publicado em 08. janeiro 2021 - 06:30
swissinfo.ch/fh

Cerca de 40.000 casos de envenenamento foram registrados em 2020 pela organização Tox Info SuisseLink externo, que desde 1966 fornece conselhos - emergenciais e preventivos - aos cidadãos.

Destes, mais da metade (54%) envolveu crianças, a grande maioria das quais (84%) ainda não havia iniciado a escola. Medicamentos (35,8%), produtos domésticos (25,3%) e plantas foram responsáveis por quase três quartos de todos os casos.

A Tox Info Suisse disse que enquanto os casos envolvendo crianças são geralmente acidentes, a maioria dos problemas com adultos provém de tentativas de suicídio (69%) e casos de abuso de substâncias (14%).

Mais uma vez, uma grande quantidade de consultas (806) foi oferecida às pessoas que se envenenaram com cogumelos nocivos. A coleta de cogumelos é uma atividade popular de outono na Suíça, embora não sem perigo.

No total, segundo a Tox Info Suisse, o número de consultas aumentou 2% em 2019; o número de consultas do site da organização, por outro lado, saltou de 28% para 645.000.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo