Navigation

Suíços querem ir embora

Os suíços preferem a Austália pelo sol e pelos grandes espaços Keystone Archive

Quase metade da população suíça já pensou em emigrar. Os homens têm mais vontade de mudar do país do que as mulheres e o países dos sonhos para os suíços é a Austrália. É o resultado de pesquisa feita para swissinfo/Rádio Suíça Internacional.

Este conteúdo foi publicado em 17. fevereiro 2002 - 19:56

10% dos suíços já vivem no exterior e 45% dos que estão no país já pensaram em arrumar as malas definitivamente. Os suíços sempre emigraram mas as causas mudaram. Hoje ninguém mais morre de fome ou de epidemias como nos séculos 18 e 19, época de emigrações em massa inclusive para a América Latina.

Pesquisa representativa

Hoje os suíços querem ir embora porque querem encontrar outra mentalidade (27%), encontrar uma qualidade de vida melhor (21%,) e um clima melhor e com melhores perspectivas profissionais (18%).

O resultado é da pesquisa encomendada por swissinfo/Rádio Suíça Internacional e realizada pelo instituto especializado Link, em janeiro. Foram questionadas 2.359 pessoas representativas de toda a população suíça.

As pessoas econômicamente ativas com nível superior e bons salários são as primeiras que querem emigrar (48%). Entre os ativos com pouca qualificação e os aposentados 38% desejam partir.

Internet incita a partir

A Internet também está virando a cabeça dos suíços. 54% dos que estão conectados pretendem emigrar enquanto 65% dos que não têm internet pretendem permanecer no país.

Mais da metade (46%) dos suíços de língua alemã querem partir. Os insatisfeitos de língua francesa são 44% e os de língua italiana são 39%.

Se é para ir embora, melhor para longe, para outro continente. O país preferido é a Austrália (14%), seguido pelos Estados Unidos (11%) e pelo Canadá (10%). A Europa interessa menos. 8% iriam para a Itália, 8% para a Espanha e 7% para a França.

swissinfo

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?