Navigation

Três em cada oito espécies de pássaros suíços estão ameaçadas

Ornitólogos registram vistas cada vez mais raras do abibe do norte (Vanellus vanellus) na Suíça. KEYSTONE/DPA/Patrick Pleul

Em todo o mundo, cerca de uma em oito espécies de aves está ameaçada. Na Suíça, são três vezes mais.

Este conteúdo foi publicado em 24. abril 2018 - 11:20
SDA/ATS

As estatísticas vêm de um relatório publicado pela BirdLife International na segunda-feira. Das 11.122 espécies de pássaros conhecidas, 156 já morreram e cinco sobrevivem apenas em cativeiro. Outras 1.469 espécies - ou 13% - estão na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN. São exatamente 222 as espécies ameaçadas de extinção em todo o mundo, 461 são consideradas ameaçadas e outras 786 são vulneráveis. Além disso, 1.017 espécies estão na lista de alertas.

A maioria das espécies da lista vermelha é afetada pela expansão e industrialização da agricultura. Outras ameaças incluem silvicultura, espécies estrangeiras invasoras, caça, e mudança climática.

Na Suíça, a situação é comparativamente pior, com 39% das aves na lista vermelha - três vezes a média mundial.

"Esses números indicam que a condição da comunidade de aves suíça é ainda pior do que em muitos outros países", disse Raffael Ayé, chefe da área de promoção de espécies da BirdLife Suíça, em um comunicado que enfatiza a necessidade de ações urgentes, em particular no setor agrícola.

Algumas das espécies afetadas incluem aquelas que costumavam ser comuns na Suíça, como perdizes, abibes e rolinhas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.