Temporada de gripe atinge pico na Suíça

A vacinação é o melhor remédio para evitar a gripe do inverno Keystone

A epidemia de gripe de inverno na Suíça parece ter passado a sua pior fase, de acordo com os últimos números do Departamento Federal de Saúde Pública (OFSP, na sigla em francês). O número de doentes, no entanto, continua alto.

SDA-ATS

Os números divulgados na quarta-feira (24) mostram que o número de pacientes com gripe que necessitaram de tratamento na semana passada foi uma média de 303 por 100.000 pessoas.

Embora este número ainda seja bastante elevado - e as infecções continuarem generalizadas em todo o país - os números caíram do pico da semana passada de 351 por 100.000.

A tendência é decrescente ou constante para todas as faixas etárias, exceto para menores de 14 anos. A faixa etária de 0 a 4 anos permanece, de longe, a mais afetada, com uma média de 546 casos por 100.000.

Geograficamente, os números de pacientes caíram na Suíça francófona, bem como nas regiões ao redor de Berna. Os números subiram nos cantões de Basileia e Argóvia.

A tendência também reflete a situação em toda a Europa de forma mais geral, disse o OFSP, onde os números estão melhorando depois que a temporada de gripe atingiu o pico nas últimas semanas.

As epidemias são registradas a cada ano, geralmente entre os meses de dezembro e março (ver gráfico), explica o OFSP em uma ficha informativa (francês). O órgão de saúde pública recomenda a vacinação para as pessoas com maior risco, especialmente bebês, idosos com mais de 65 anos, mulheres grávidas e pessoas com doenças crônicas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo