Suíça bem qualificada em pesquisa sobre emprego dos jovens

Keystone

A Suíça tem o segundo melhor mercado de trabalho para os jovens europeus, atrás apenas da Dinamarca, de acordo com um ranking de mais de 30 países.

Este conteúdo foi publicado em 20. outubro 2017 - 13:30
swissinfo.ch/fh

A Dinamarca fica em primeiro, seguida da Suíça, Áustria, Alemanha e Holanda, conforme o último Índice de Mercado de Trabalho Juvenil KOF, que analisou o ano de 2015. O ranking é produzido anualmente pelo Instituto Econômico (KOF) do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique ( ETHZ).

A Suíça marcou 5.71 (em uma escala de 1 a 7), confortavelmente acima da média da União Europeia de 4.82. O índice analisa a situação da juventude no mercado de trabalho usando 12 indicadores, subdivididos em quatro categorias: estado da atividade, condições de trabalho, educação e facilidades de transição.

O relatório disse que os anos de 2010-2015 viram pequenos aumentos na taxa de desemprego e na chamada "taxa NEET" [Não em Educação, Emprego ou Treinamento] na Suíça. Mas essas tendências negativas foram acompanhadas por um aumento moderado nas matrículas nas instituições de ensino médio e superior, o que sugere alguns possíveis efeitos anticíclicos entre as condições do mercado de trabalho e a educação na Suíça.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo