Perspectivas suíças em 10 idiomas

Cantões suíços proíbem passeatas contra medidas sanitárias

protest
Manifestantes silenciosos em um evento em Wohlen, cantão de Berna, em fevereiro. Keystone / Urs Flueeler

Autoridades da cidade suíça de Rapperswil recusaram um pedido para uma manifestação contra as medidas de combate à Covid-19 - a segunda vez após uma grande manifestação realizada em Liestal, na Basileia, há dez dias.

Membros do grupo “Stiller Protest” (Protesto Silencioso) esperavam realizar uma passeata na cidade do cantão de St Gallen no dia 24 de abril, seguindo uma linha de protestos que vêm crescendo em tamanho.

Entretanto, as autoridades locais rejeitaram a ideia na terça-feira, dizendo que não só os números atuais de casos de Covid estavam aumentando no país, mas que a experiência das recentes manifestações mostrou que as regras sanitárias (distanciamento social e uso de máscara) não são respeitadas pelos participantes.

No dia 20 de março, cerca de 8.000 pessoas participaram de uma passeata organizada pelo mesmo grupo em Liestal, no cantão da Basileia; lá, as medidas contra o coronavírus mal foram respeitadas, disseram as autoridades de Rapperswil em sua nota proibindo a manifestação na terça-feira.

Mostrar mais

As autoridades de Rapperswil também disseram que o número de 1.000 participantes estimado pelos solicitantes era “claramente baixo demais”.

Desde o primeiro evento organizado pela “Stiller Protest” em outubro passado, onde 50 pessoas manifestaram em Zurique, seu alcance geográfico e seu número tem crescido quase exponencialmente. Há quinze dias, 4.000 pessoas protestaram em Coira, no Cantão dos Grisões.

A decisão atual também vem após as autoridades do cantão de Uri rejeitarem, na semana passada, uma manifestação contra as medidas sanitárias que deveria ser realizada em uma área agrícola no dia 10 de abril. Lá, cerca de 10.000 pessoas eram estimadas a comparecer.

Situação atual

Segundo as regras atuais de combate à Covid-19 na Suíça, são permitidas reuniões ao ar livre de até 15 pessoas em público. São permitidas grandes manifestações políticas, desde que recebam o aval das autoridades locais. As reuniões privadas são limitadas a 10 pessoas.

Patrick Mathys, chefe de gerenciamento de crises do Ministério da Saúde, disse em uma coletiva de imprensa na terça-feira que a situação do vírus na Suíça era “incerta”.

“Infelizmente, o número de casos na Suíça continua a aumentar; as hospitalizações e mortes estão atualmente relativamente estáveis”, disse ele.

O número de novas infecções tem aumentado lentamente desde o final de fevereiro. Na terça-feira, o número de novos casos confirmados de coronavírus na Suíça era de 1923. A média de sete dias (1782) subiu 19% no mesmo dia na semana passada. A taxa de reprodução é de 1,19.

Pouco mais de meio milhão de residentes suíços estão totalmente vacinados, cerca de 6,2% da população.

Mostrar mais
Teste rápido de Covid-19

Mostrar mais

Boletim: Coronavírus na Suíça

Este conteúdo foi publicado em Acompanhe também a evolução da pandemia no mundo através de uma série de gráficos atualizados semanalmente.

ler mais Boletim: Coronavírus na Suíça

Notícias

Imagem

Mostrar mais

Mercado brasileiro de café atrai Nestlé

Este conteúdo foi publicado em Por meio de sua marca Nescafé, a empresa está focando especialmente nas necessidades e desejos do mercado jovem.

ler mais Mercado brasileiro de café atrai Nestlé
Imagem

Mostrar mais

FIFA abre portas para sair da Suíça

Este conteúdo foi publicado em A entidade máxima do futebol internacional lançou as bases formais para uma saída teórica de sua sede em Zurique.

ler mais FIFA abre portas para sair da Suíça
Imagem

Mostrar mais

Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Este conteúdo foi publicado em A Suíça planeja introduzir um banco de dados para os passageiros de voos para coletar e processar dados pessoais em uma tentativa de combater o terrorismo e crimes graves.

ler mais Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos
Imagem

Mostrar mais

Gel suíço pode curar embriaguez

Este conteúdo foi publicado em Um gel recém-desenvolvido composto de proteínas de soro de leite decompõe o álcool no corpo e pode reduzir seus efeitos nocivos e intoxicantes em humanos.

ler mais Gel suíço pode curar embriaguez

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR