Aperto de mãos entre Coreia do Norte e a Suíça

Um encontro inesperado ocorreu em Pyoengchang durante uma partida de hóquei no gelo entre o presidente da Confederação Suíça, Alain Berset, e a irmã do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

Este conteúdo foi publicado em 12. fevereiro 2018 - 13:15
O presidente da Confederação Suíça, Alain Berset, e Kim Yo-jong, a irmã do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. Keystone

Kim Yo-jung, a irmã de Kim Jong-un, e o presidente Alain Berset apertaram as suas mãos e conversaram por alguns minutos. A imagem foi tirada na tribuna do estádio, onde ocorreu a partida de hóquei no gelo entre a equipe suíça e a das duas Coreias.

A Coreia do Norte e a do Sul decidiram há algumas semanas enviar uma equipe conjunta de hóquei no gelo para participar dos Jogos Olímpicos de Inverno 2018. Isso deve simbolizar a recente aproximação política. Também Berset enfatizou na cerimônia de abertura, na sexta-feira (16.02) a importância da aproximação dos dois países.

Conhecedores de esportes, no entanto, duvidaram do espírito esportivo dessa cooperação. A equipe improvisada em um curto espaço de tempo jogou sem chances de ganhar. A equipe feminina da Suíça ganhou de 8-0. O resultado não foi aparentemente anunciado na mídia norte-coreana.

(swissinfo.ch/SDA-ATS)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo