Suíça nomeia nova chefe para negociações com União Europeia

Livia Leu, embaixadora suíça na França, foi nomeada negociadora de alto nível para as discussões com a UE. Ela é a quinta pessoa em sete anos a assumir o difícil cargo. Keystone/Marcel Bieri

O governo nomeou uma nova responsável para negociar com a União Europeia um acordo com o bloco de 27 nações.

Este conteúdo foi publicado em 15. outubro 2020 - 09:30
swissinfo.ch/fh

Livia Leu, atualmente embaixadora da Suíça na França e ex-chefe da missão diplomática da Suíça no Irã, substitui o Secretário de Estado Roberto Balzaretti com efeito imediato.

"A decisão cria as condições estruturais e de pessoal necessárias para implementar efetivamente a estratégia de política externa e a próxima fase das negociações com a UE", disse o Ministro das Relações Exteriores Ignazio Cassis em uma coletiva de imprensa na quarta-feira.

Cassis disse que o governo retomaria as discussões com Bruxelas nas próximas semanas em um esforço para quebrar um impasse sobre o futuro das relações bilaterais entre a Suíça e a UE, seu maior parceiro comercial.

O governo tem lutado para forjar um consenso interno sobre o tratado negociado há dois anos. O acordo ainda não foi ratificado pelo governo.

A ajuda estatal, o acesso dos cidadãos da UE aos benefícios da previdência social suíça, bem como as regras unilaterais suíças destinadas a proteger os altos salários pagos no país da concorrência dos trabalhadores transfronteiriços em missões temporárias, têm suscitado críticas por parte dos partidos de direita e dos sindicatos.

Entretanto, no mês passado, os eleitores suíços rejeitaram uma proposta para aumentar as restrições à imigração da UE.

Reorganização

Cassis disse que a nomeação de Leu e a reorganização do Ministério das Relações Exteriores enviaram um forte sinal a Bruxelas.

"A Europa tem estado e continuará no centro de nossa política externa", disse o ministro.

Cassis esperava que a UE estivesse aberta a novas negociações sobre um chamado acordo-quadro com a Suíça. Entretanto, não está claro até que ponto Bruxelas está disposta a fazer outros compromissos.

Leu ocupou vários cargos na sede do Ministério das Relações Exteriores e no exterior durante seus 30 anos de carreira diplomática.

Ela é a quinta negociadora principal desde 2014 a tratar do futuro das relações bilaterais com a UE. Ela também será Secretária de Estado, formalmente a número dois no Ministério das Relações Exteriores, a partir do próximo mês de janeiro.

Durante a coletiva de imprensa, Cassis rejeitou repetidamente as alegações de que havia sido obrigado a ceder à pressão dos outros membros do governo para substituir Balzaretti como chefe das negociações e Secretário de Estado.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo