Navigation

Estrangeiros na Suíça têm qualidade de vida pior do que os suíços

De acordo com as últimas estatísticas, os estrangeiros que residem na Suíça têm uma qualidade de vida muito inferior à dos suíços. No entanto, existem nuances entre os diferentes grupos de estrangeiros.

Este conteúdo foi publicado em 06. novembro 2019 - 07:45
A tendência geral é os suíços nativos terem uma melhor qualidade de vida que a população de origem estrangeira Keystone / Thomas Hodel

Em 2018, 38% dos residentes na Suíça, ou seja, 2.686.000 pessoas, tinham origem fora do país, informou o Departamento Federal de Estatística (OFS)Link externo. Isso representa um aumento de 1,5% em relação a 2017. Estrangeiros que se naturalizaram suíços (36%), italianos (10%) e alemães (10%) formam a maior parte desse grupo.

O órgão de estatísticas disse que há uma ligação entre ter um histórico migratório e alcançar uma alta qualidade de vida - medida de acordo com critérios objetivos (moradia, educação, situação de trabalho, etc.) e subjetivos (satisfação relatada).

A tendência geral é os suíços nativos terem uma melhor qualidade de vida que a população de origem estrangeira, enquanto que dentro desta última é melhor naturalizar-se suíço que guardar apenas a nacionalidade de origem.

No entanto, o OFS também estabelece distinções dentro deste grupo não suíço, afirmando que os cidadãos da Europa do Norte e Ocidental têm condições acima da média, enquanto os da Europa Oriental e de países não europeus têm uma qualidade pior. 

Este grupo tem um nível de formação mais baixo, relações sociais insuficientes, dificuldades financeiras e pior saúde - quatro fatores que também podem complicar sua entrada no mercado de trabalho e seu potencial de renda, segundo o OFS.

Este grupo também relatou níveis de estresse e insatisfação superiores aos normais, bem como dificuldades no acesso à habitação.

Em todas as nacionalidades e origens, o relatório também observou que os desempregados enfrentam mais dificuldades quando se trata de garantir uma qualidade de vida decente.

O termo "população com antecedentes migratórios", tal como definido pelo departamento de estatística, refere-se a qualquer pessoa - cidadãos estrangeiros, cidadãos naturalizados suíços, bem como cidadãos nascidos na Suíça, cujos pais tenham ambos nascidos no estrangeiro. 


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.