Navigation

Centros de asilo e seus funcionários são alvo de agressões políticas

© Keystone / Anthony Anex

Os centros de asilo na Suíça e seu pessoal estão cada vez mais sujeitos a ameaças anônimas e ataques violentos, de acordo com a Secretaria de Estado para as Migrações (SEM).

Este conteúdo foi publicado em 28. abril 2021 - 15:58
Keystone-SDA/ac

Os danos causados por aqueles que se opõem à política de asilo do país totalizam vários milhões de francos, disse a SEM em um comunicado na terça-feira. Os responsáveis pelos ataques consideram a política de asilo suíça como "desumana" e referem-se aos centros de asilo como "campos de refugiados". 

O vandalismo nos centros de asilo em Chevrilles e Kapellen, só na Suíça Central, totalizou CHF 2 milhões (2,19 milhões de dólares) em danos. As instalações de empresas privadas que trabalham para o SEM também foram alvo de vários ataques de motivação política. 

"A SEM tomou uma série de medidas para proteger suas instalações contra danos causados por vandalismo, que devem ser reparados às custas do contribuinte", disse a declaração.  

Além das instalações, as ameaças anônimas contra funcionários da SEM e suas organizações parceiras também estão se tornando mais freqüentes. Um funcionário e sua família na Basileia foram vítimas de violência e a Polícia Federal suíça abriu uma investigação criminal.
"Entretanto, a SEM permanece fiel ao seu mandato legal de conduzir procedimentos de asilo rápidos e justos, tarefa para a qual goza de amplo apoio público. Ele está sempre aberto a críticas construtivas e mantém um diálogo estreito com a sociedade civil". 



Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.