Navigation

Skiplink navigation

Quem são os estrangeiros que vivem na Suíça

Com o texto de implementação da "expulsão de criminosos estrangeiros", os suíços votarão novamente, em 28 de fevereiro, a iniciativa do partido do povo suíço (SVP, em alemão) que tematiza a imigração. Mas quem são os dois milhões de estrangeiros que vivem na Suíça, que compõem quase um quarto da população do país? Todos os detalhes em um gráfico interativo.

Este conteúdo foi publicado em 05. fevereiro 2016 - 10:47
swissinfo.ch

A Suíça é um dos países com a maior porcentagem de estrangeiros (24,3% em 2014) no seu território. Apenas alguns casos especiais, como os países do Golfo ou cidades-estados como o Luxemburgo, têm percentuais ainda mais elevados do que a Suíça.

O gráfico abaixo mostra as nacionalidades de todos os estrangeiros que vivem na Suíça. Verificou-se que mais de 80% dos estrangeiros que vivem na Suíça são de países europeus. Só os cidadãos da Alemanha, Itália, Portugal e França constituem quase metade dos estrangeiros que moram na Suíça.

Conteúdo externo

A Suíça está na frente dos países de imigração europeus. Em 2013, com 20 entradas por 1000 habitantes, em média, durante o ano, a Suíça lidera, à frente da França (5.1), Alemanha (8,4), Reino Unido (8,2) e Espanha (6).

Também deve-se notar que, como a nacionalidade suíça não é adquirida automaticamente, muitos estrangeiros nascidos na Suíça conservam sua nacionalidade de origem. Assim, de acordo com a Secretaria Federal de Estatística da Suíça, em 2014 havia 388.700 cidadãos estrangeiros nascidos na Suíça, um quinto da população "estrangeira" do país.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo