Navigation

Falta de dados atrasa autorização suíça das vacinas Covid-19

O governo já encomendou vários milhões de doses de vacinas a três fabricantes: Pfizer/BioNTech, AstraZeneca e Moderna. Keystone / John Cairns

A agência de regulação médica Swissmedic diz que lhe faltam as informações necessárias para aprovar três vacinas diferentes contra o coronavírus encomendadas pelo governo.

Este conteúdo foi publicado em 02. dezembro 2020 - 07:00
swissinfo.ch/fh

A agência reguladora disse que ainda faltam dados importantes sobre segurança, eficácia e qualidade. O órgão consultou os fabricantes, que forneceram dados de seus estudos. 

"Faltam dados sobre a eficácia dos testes clínicos e sobre os importantes subgrupos que participaram destes grandes estudos", disse Claus Bolte, chefe da divisão de autorização da Swissmedic, em uma coletiva de imprensa organizada pelo Ministério da Saúde na terça-feira. 

Por exemplo, a Swissmedic quer saber sobre as doenças pré-existentes das pessoas que participaram destes estudos. Segundo o órgão regulador, a aceitação de vacinas desenvolvidas tão rapidamente requer um alto grau de confiança nos fabricantes e nas autoridades responsáveis pela aprovação. Por isso, é importante examinar cuidadosamente os efeitos sobre diferentes grupos de pessoas. 

Plano de vacinação 

O governo já encomendou vários milhões de doses de vacinas a três fabricantes: Pfizer/BioNTech, AstraZeneca e Moderna. 

Na coletiva de imprensa, as autoridades disseram que as vacinas serão oferecidas gratuitamente e que será dada prioridade aos grupos mais vulneráveis e aos trabalhadores da saúde. O exército cuidará da estocagem e distribuição e os 26 cantões do país serão responsáveis pela criação de centros de vacinação. 

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo