Navigation

Suíços consomem cada vez mais medicamentos

Metade dos suíços com mais de 15 anos toma pelo menos um tipo de medicamento semanalmente.

Este conteúdo foi publicado em 28. fevereiro 2019 - 12:19
No país das gigantes farmacêuticas, os consumidores fazem a festa das farmácias e drogarias © Keystone / Gaetan Bally

Números divulgados pelo Departamento Federal de Estatísticas na quinta-feira (28) revelam um salto no consumo de medicamentos por cidadãos suíços nas últimas décadas. Em 1992, 38% da população consumia pelo menos um remédio por semana; em 2017, esse número passou para 50%.

Os usuários são mais propensos a ser do sexo feminino (55% das mulheres se medicam semanalmente, em comparação com 45% dos homens) e idosos (84% para aqueles com mais de 75 anos), disse o departamento de estatísticas.

Quanto aos tipos de medicamentos, os analgésicos são os mais frequentes - quase um quarto da população os consumiu na semana anterior à pesquisa de 2017, o dobro do valor de 1992.

Em seguida, os mais populares foram medicamentos para hipertensão (16%), níveis de colesterol (8%) e problemas cardíacos (7%). O uso de medicamentos psicoativos não aumentou significativamente, com exceção dos antidepressivos.

Embora as razões para os números crescentes não sejam totalmente conhecidas, o departamento de estatísticas disse que o estresse no local de trabalho poderia contribuir para problemas de saúde e psicológicos. Cerca de 20% dos trabalhadores sofrem geralmente de estresse no trabalho.

Dito isso, os 22.134 suíços que participaram da pesquisa de 2017 ficaram bastante satisfeitos com sua situação: 85% consideraram-se saudáveis, enquanto 92% disseram que sua qualidade de vida era boa. Três quartos disseram que estavam satisfeitos com seu trabalho.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.