Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Assentos no governo Uma equação política baseada numa fórmula mágica

A Suíça é governada pelo Conselho Federal, um órgão formado por sete ministros. Porém como esses postos são divididos entre os partidos? A proporção é o que conta (Michele Andina, swissinfo.ch)

A divisão de assentos no governo federal suíço é regida há mais de meio século pela chamada "Fórmula Mágica". 

Quando a Suíça moderna foi fundada em 1848, o governo era constituído exclusivamente por membros do mesmo partido. Foi apenas em 1891 que um segundo partido passou a ser representado no Conselho Federal, o corpo de sete ministros que governa o país. Depois passaram mais cinquenta anos até que dois partidos passassem a integrá-lo. Em 1959, os quatro partidos com mais representatividade decidiram que os sete assentos governamentais deveriam ser atribuídos segundo uma proporção que reflete as forças do Parlamento.

Essa "Fórmula Mágica" compõe a democracia de consenso no modelo suíço. Ela é um paradigma na qual as decisões só são duradouras se apoiadas tanto pelas minorias, como pelas maiorias.

A partilha de assentos no Conselho Federal permaneceu por muito tempo estável. Foi a partir de 2003, quando o Partido Popular Suíço (SVP, na sigla em alemão), o maior partido do país, se viu com apenas um representante que a Fórmula Mágica foi questionada. 

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.