Navigation

Escolhido o melhor fotógrafo suíço de 2020

Les photos prises par Yves Leresche lors de la grève des femmes à Lausanne en juin dernier. Swiss Press Photo, Yves Leresche

Yves LerescheLink externo é o ganhador do Swiss Press Photo Award 2020, o principal prêmio do jornalismo na Suíça. Os membros do júri da Fundação Reinhardt von Graffenried premiou o fotógrafo de Lausanne pelo seu trabalho dedicado à greve das mulheres.

Este conteúdo foi publicado em 30. abril 2020 - 12:00

A documentação fotográfica do grande protesto organizado em 14 de junho de 2019 convenceu o júri. Milhares de mulheres se manifestaram em toda a Suíça para exigir igualdade de direitos entre mulheres e homens, seja em termos de remuneração, acesso ao mercado de trabalho ou na distribuição das tarefas domésticas.

"Tentei captar a energia que as mulheres colocaram no protesto. Esse foi o tema central", explica Leresche. O fotógrafo trabalha como freelancer desde 1991. Sua especialidade é o retrato de grupos marginalizados. Ele já recebeu inúmeros prêmios, incluindo a World Press Photo em 1997Link externo, em Amsterdã.

O Prêmio Swiss Press PhotoLink externo é concedido pela Fundação Reinhardt von GraffenriedLink externo para promover o jornalismo e fotografia na Suíça. O prêmio foi criado em 2009 e é concedido anualmente. O vencedor em cada categoria recebe a soma de 25 mil francos suíços.

End of insertion

Na categoria "Vida Cotidiana", o primeiro prêmio foi para o jornalista Adrian MoserLink externo com o seu artigo sobre um grupo de turistas coreanos que têm apenas uma hora e meia para visitar a montanha Jungfraujoch, a principal atração da Suíça.

Swiss Press Photo, Adrian Moser
Swiss Press Photo, Adrian Moser
Swiss Press Photo, Adrian Moser

Eleni KougionisLink externo ganhou na categoria "Histórias Suíças" com suas imagens sobre o trabalho diário da Associação Schwarzer Peter, que cuida de pessoas marginalizadas na Basiléia.

Swiss Press Photo, Eleni Kougionis
Swiss Press Photo, Eleni Kougionis
Swiss Press Photo, Eleni Kougionis

O vencedor na categoria "Esporte" é Loris von SiebenthalLink externo com suas fotos da tempestade que se abateu sobre a maior regata de vela do mundo em águas internas, a "Bol d'or du Léman".

Swiss Press Photo, Loris von Siebenthal
Swiss Press Photo, Loris Von Siebenthal
Swiss Press Photo, Loris Von Siebenthal

Christian BobstLink externo foi o premiado na categoria "Internacional" com um trabalho que retratou a prática do sufismo no Senegal, um país onde 95% da população é muçulmana.

Swiss Press Photo, Christian Bobst
Swiss Press Photo, Christian Bobst
Swiss Press Photo, Christian Bobst


Artigos citados

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.