Tênis suíço se destaca em Paris

A Suíça foi bem servida por estrelas do tênis nos últimos anos. Esta semana, no Aberto da França em Roland-Garros, a tendência continua. A presença de Stan Wawrinka na semifinal de sexta-feira contra o número um do mundo, Andy Murray, não é uma grande surpresa: o jogador nascido em Lausanne ficou em terceiro lugar na classificação atp e ganhou três títulos de grandes slam nos últimos anos, incluindo o US Open em 2016. Na quinta-feira, Timea Bacsinszky, também de Lausanne, disputa a semifinal contra a tenista Jelena Ostapenko, da Letônia. Se ambos os jogadores suíços se classificarem, essa será a primeira vez que o país estará representado ao mesmo tempo nas finais masculina e feminina de um torneio do Grand Slam. Keystone
Este conteúdo foi publicado em 08. junho 2017 - 16:32
swissinfo.ch/fh

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo