Navigation

Nestlé muda pesquisa de chocolate da Suíça para a Inglaterra

A ministra suíça da economia Doris Leuthard (à esquerda) e a diretora-geral da Nestlé, Petraea Heynike, na inauguração do "Chocolate Center of Excellence" em Broc, cantão de Friburgo, em 2009 Keystone

A gigante alimentícia suíça Nestlé está transferindo seu centro de pesquisa de chocolate de Broc, no cantão de Friburgo, para York, no norte da Inglaterra. Cerca de 25 empregos são afetados, mas a fábrica de chocolate existente na cidade suíça não está ameaçada.

Este conteúdo foi publicado em 19. janeiro 2018 - 11:30

Na quinta-feira (18), um porta-voz da Nestlé confirmou a notícia que 25 empregados receberiam postos em York, Broc ou em outros lugares do grupo como parte da mudança.

A decisão de mudar o centro de pesquisa de chocolate de Broc para York foi projetada para "melhorar a velocidade e a agilidade da inovação global", afirmou a Nestlé. Essa decisão faz parte de um vasto processo de reestruturação que foi lançado no outono passado.

O centro de pesquisa de Broc foi inaugurado em 2009 e custou 25 milhões de francos. A Nestlé agora planeja criar uma unidade técnica neste local para apoiar atividades relacionadas ao chocolate na Europa, Oriente Médio e Norte da África, empregando uma equipe de 15 pessoas.

Na quinta-feira, a Nestlé disse que planeja dinamizar seu conselho de 14 membros nomeando três novos diretores independentes, sete meses após o investidor ativista Dan Loeb ter criticado o grupo suíço por estar "preso em seus hábitos antigos".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.