Navigation

Restrições da Covid aumentam preços das casas de temporada

Muitos suíços usaram suas casas de férias nas montanhas como retiro durante o confinamento imposto pelo governo para conter a propagação da pandemia. Keystone/Maxime Schmid

O preço das casas de férias nos Alpes suíços aumentou no ano passado, uma vez que as restrições de viagem e as regras de trabalho de casa introduzidas para conter a pandemia de Covid aumentaram a demanda, de acordo com uma pesquisa feita pelo banco UBS.

Este conteúdo foi publicado em 30. março 2021 - 10:45
swissinfo.ch/fh

Em média, o preço de uma casa de férias aumentou 4% em 2020, o maior aumento anual desde 2012, em parte devido à oferta limitada de casas para temporada.

"As casas de férias voltaram de verdade", disse Claudio Saputelli, da unidade imobiliária Swiss&Global do banco UBS.

A diferença entre os destinos mais caros e menos caros está aumentando, de acordo com a pesquisa.

O destino turístico mais caro nos Alpes suíços é St Moritz, no vale Engadina, seguido por Gstaad, na região serrana (Oberland) do cantão de Berna, e Verbier, no oeste da Suíça.

Um chalé sofisticado em St Moritz custa CHF17.000 ($18.287) por metro quadrado, CHF16.500 em Gstaad e CHF14.600 em Verbier.

Em comparação, os melhores destinos em outros países alpinos como Kitzbühel na Áustria e Courchevel na França custam cerca de CHF13.500/m2 cada um.

A demanda por uma casa de férias mostra a mudança de preferência dos lares suíços, já que um número maior de residentes suíços tirou férias no país, dizem os autores do estudo.

Um número crescente de compradores estrangeiros também está ativo, pois os imóveis suíços são vistos como um investimento seguro em tempos de incerteza econômica, de acordo com os especialistas.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.