Neve tardia surpreende suíços

Várias regiões da Suíça registraram uma queda de neve nunca vista para o mês de maio. A maior parte da neve caiu durante a noite de sábado para domingo.

Este conteúdo foi publicado em 06. maio 2019 - 07:45
A neve acabou estragando o churrasquinho do domingo de muitos suíços swissinfo.ch

A capital suíça Berna acordou com quatro centímetros de neve fresca no domingo de manhã. O recorde anterior do mês foi de um centímetro em 1945.

St. Gallen, na região leste, viu 19 centímetros de neve, acima dos 12 centímetros registrados em 7 de maio de 1957, de acordo com o serviço meteorológico suíço MeteoSwiss.

As pessoas foram aconselhadas a não fazer caminhadas em áreas arborizadas, já que o peso da neve presa nas árvores pode fazer com que galhos caiam.

Meteorologistas alertaram para novos problemas que provavelmente serão causados pelo frio no início dessa semana. A MeteoSwiss prevê fortes geadas nas regiões baixas na segunda e terça-feira.

As vinhas e a cultura do morango podem ser ameaçadas por estas condições climáticas adversas. Dois anos atrás (ver vídeo abaixo), a indústria suíça de fruticultura sofreu pesadas perdas como resultado de geadas tardias. Os vinhedos foram duramente atingidos, assim como as colheitas de cereja, damasco e maçã.

No entanto, prevê-se que o dano seja menos severo desta vez, pois a geada virá algumas semanas depois que muitas árvores já floresceram.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo