Navigation

Golpes de compras online atingem a Suíça

Ladrões no oeste da Suíça estão usando endereços de pessoas para colocar as mãos em mercadorias que não pagam. (RTS, swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 17. abril 2018 - 11:30

Os ladrões encomendam coisas pela internet, optando em pagar por fatura em vez de pagar adiantado. Através do rastreamento de informações publicadas pelos fornecedores, eles conseguem descobrir o horário de entrega e interceptar o pacote no endereço designado. O residente genuíno, sem saber que seu endereço foi usado indevidamente, recebe mais tarde uma fatura para bens que eles não encomendaram nem receberam.

Elisabeth Schüller é uma das vítimas do golpe. Ela recebeu contas totalizando centenas de francos para itens como fones de ouvido, roupas e perfumes que ela nunca encomendou. A única maneira de evitar de pagar a conta é denunciando o roubo à polícia.

A Federação dos Consumidores da Romandie, o órgão de defesa dos consumidores da Suíça de língua francesa, gostaria que medidas extras de segurança fossem incorporadas aos envios postais, como exigir o número de telefone do destinatário, para garantir que fraudes como essa se tornem coisas do passado.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.