Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Problemas de emprego Desempregados sêniores lutam para encontrar trabalho

Os desempregados de longa duração têm dificuldade em encontrar um novo emprego, especialmente se tiverem mais de 50 anos. Estima-se que 100.000 pessoas na Suíça estão desempregadas e não se qualificam mais para o subsídio de desemprego, dependendo da ajuda social para viver.

De acordo com dados recentemente publicados pela Organização Internacional do TrabalhoLink externo, entre o 4º trimestre de 2017 e o 4º trimestre de 2018, o número de desempregados de longa duração na Suíça aumentou em 9.000. Os números baseiam-se nas pessoas que estão desempregadas há um ano ou mais e incluem as que não estão registradas em um Centro de Emprego Regional (RAV/ORP), que fornece serviços de colocação. A proporção de desempregados de longa duração entre todos os desempregados aumentou 3,4% em relação ao ano passado.

As pessoas que perdem seus empregos geralmente recebem até 80% de seus salários anteriores do seguro desemprego. Para recebê-los, eles precisam se inscrever em um RAV/ORP. O seguro desemprego permite que o desempregado receba entre 200 e 520 diárias ao longo de um período de dois anos.

Centros regionais criticados

Existem também organizações privadas, como a Fundação Suíça para o Trabalho e a Formação (SSAWLink externo), que ajudam os desempregados de longa duração a encontrar um posto adequado. Tino Senoner, representante da SSAW, criticou as práticas de trabalho dos escritórios RAV/ORP, insistindo que é necessária uma abordagem mais pessoal para avaliar as habilidades individuais das pessoas e garantir que elas encontrem emprego antes que os benefícios do seguro desemprego acabem. Em 2018, havia quase 18.000 desempregados de longa duração na Suíça. Destes, 48% (cerca de 8.600) tinham mais de 50 anos, enquanto 19% tinham mais de 60 anos de idade.

A SRF entrevistou desempregados de longo prazo para descobrir o que estavam fazendo para encontrar emprego. Um deles é gerente de projetos de 63 anos de idade, que agora está ajudando os esquiadores em teleféricos na estação de esqui de Arosa, um trabalho para o qual ele é super qualificado. Na região em que vive, 75% dos desempregados de longa duração têm mais de 50 anos.

 (SRF/swissinfo.ch)


Adaptação: Fernando Hirschy

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.