Navigation

Boletim: Coronavírus na Suíça

O ministro suíço da Saúde, Alain Berset, retirando sua máscara protetora durante uma coletiva de imprensa relativa às novas medidas contra a pandemia. Afp Or Licensors

O governo retira em 17 de fevereiro quase todas as medidas de combate à pandemia, incluindo a obrigatoriedade de apresentar certificado obrigatório de vacinação.

Este conteúdo foi publicado em 16. fevereiro 2022 - 15:37

Após quase dois anos de cobertura intensa dos acontecimentos relacionados à pandemia, decidimos não manter mais um boletim diário. Portanto, este artigo não será mais atualizado regularmente desde sua última redação em 16 de fevereiro.

End of insertion
  • Tendo em vista o desenvolvimento favorável, o governo federal retira quase todas as restrições de combate ao coronavírus a partir de 17 de fevereiroLink externo.

  • "O dia de hoje marca o início de uma etapa decisiva. Não devemos ter medo de retornar à normalidade, mas devemos fazê-lo com responsabilidade", declarou o ministro suíço das Relações Exteriores e atual presidente da Confederação Suíça, Ignazio Cassis, em uma entrevista coletiva na quarta-feira, 16 de fevereiro.

  • O uso obrigatório de máscaras de proteção continuará apenas em locais específicos até março.

  • Também será mantido um período de isolamento de cinco dias para pessoas infectadas.

  • As autoridades continuarão a monitorar a evolução da pandemia, a fim de tomar as medidas necessárias.

  • O governo ampliou um pacote de medidas para ajudar as empresas a lidar com o impacto da pandemia.

  • Os pagamentos pelo trabalho em tempo parcial continuarão por até 24 meses para os funcionários. Empresas podem se beneficiar de procedimentos administrativos simplificados, ressaltou o ministro da Economia, Guy Parmelin.

  • Desde 22 de janeiro pessoas vacinadas ou reconvalescestes que chegam ao país não precisam mais apresentar um teste PCR negativo ou de antígeno.

  • A população atingiu um nível de imunização entre 90 e 96 por cento em todas as categorias de idade adulta, incluindo vacinados ou curados.

  • O portal "TravelcheckLink externo" informa turistas sobre as condições mais recentes para entrar no território nacional. 
Conteúdo externo

Dados atualizados completos sobre o desenvolvimento da pandemia na Suíça podem ser encontrados AQUI ou no sumário das informações abaixo.

Conteúdo externo
Conteúdo externo
Conteúdo externo
Conteúdo externo
As diferentes vacinas aplicadas na Suíça. swissinfo.ch
Conteúdo externo

Artigos mais recentes na swissinfo.ch

Grupos de extrema-direita e extremistas na Suíça estão cada vez mais tentando usar os movimentos de protesto contra as medidas de combate à Covid para promover suas próprias visões políticas.

Especialistas em saúde dizem que o número de novas infecções com a variante altamente contagiosa Ômicron atingiu seu ponto máximo na Suíça.

Comparação internacional

Conteúdo externo
Conteúdo externo

Swisscovid

O aplicativo Swisscovid lançado em junho pelo Departamento Federal de Saúde Pública (BAG) é um instrumento utilizado monitorar a pandemia através de um sistema de rastreamento de contatos. O usuário pode então ser avisado caso tenha tido um contato próximo com pessoas contaminadas nos últimos dias.

O aplicativo é gratuito e pode ser baixado no App StoreLink externo do iPhone ou no Play StoreLink externo para aparelhos Android.

Como funciona?

O aplicativo envia cadeias de números gerados aleatoriamente por bluetooth aos celulares onde o aplicativo também está instalado e que estão dentro de um raio de 1,5 metros. O aparelho do usuário também recebe códigos gerados por esses celulares e os armazena por 14 dias. As cadeias de números geradas aleatoriamente não permitem revelar a identidade da pessoa ou registrar dados pessoais do smartphone. Se o proprietário do celular, cujo código estiver armazenado no meu celular, receber um teste positivo, o aplicativo me avisa que posso também ter sido infectado. Os usuários só podem acionar um alarme se receberem um código do médico confirmando o resultado positivo do teste. Assim o sistema evita alarmes falsos.

Onde encontro mais informações?

swissinfo.ch mantém este artigo atualizado diariamente com o número de casos confirmados e as novas medidas tomadas pelas autoridades cantonais e federais. Outras fontes:

  • A maioria dos cantões (estados) tem seus próprios websites com informações sobre a situação local. A lista das páginas locais pode ser vista AQUILink externo.
  • AQUILink externo mais informações sobre o coronavírus 
  • Vários países impuseram restrições à entrada de pessoas vindas da Suíça.  Clique AQUILink externo para obter informações sobre as fronteiras.

O Departamento Federal de SaúdeLink externo: atualizações ao vivo da situação nacional, bem como recomendações, medidas de segurança pública e detalhes dos próximos anúncios.

A Organização Mundial da SaúdeLink externo (OMS): informação sobre a origem e natureza da Covid-19, assim como a situação no mundo (que a OMS atualmente rotula como "epidemia") e conselhos de viagem.

O Ministério suíço das Relações ExterioresLink externo: informações sobre os passos a serem seguidos pelos cidadãos suíços que vão ao exterior.

A Universidade Johns HopkinsLink externo: um mapa global que rastreia o número de casos e mortes por país; os números podem ser ligeiramente diferentes do mapa da swissinfo.ch acima devido a atrasos no tempo e/ou diferentes métodos de definição de casos "confirmados".

Conteúdo externo
Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?