Perspectivas suíças em 10 idiomas

Nomes estrangeiros atrapalham a chance de conseguir um apartamento

apartment viewing in zurich
Visita de um apartamento para alugar em Zurique Keystone / Mirjam Wanner

Um estudo encomendado pelo Departamento Federal de Habitação revelou que alguns nomes que soam estrangeiro - especialmente kosovares ou turcos - são menos aceitos na hora de alugar um apartamento.

Como a oferta de imóveis para alugar na Suíça – a preços abordáveis – é muito escassa, as imobiliárias costumam apresentar um formulário de candidatura com várias exigências.

Um estudo realizado pelas Universidades de Genebra, Neuchâtel e Lausanne em nome do Departamento Federal de Habitação descobriu que o nome preenchido no formulário de candidatura para alugar um imóvel desempenha um grande papel já na hora de visitar o imóvel.

Entre março e outubro de 2018, os pesquisadores enviaram cerca de 11.000 inscrições para ofertas de aluguel na Suíça, algumas delas com nomes tradicionais suíços, outras com nomes estrangeiros da Alemanha, França, Itália, Kosovo e Turquia.

Em geral, “as pessoas com um nome kosovar ou turco têm uma chance claramente menor de serem convidadas para uma visita”, disseram os autores – citados no jornal BlickLink externo.

A desvantagem, ou discriminação, é particularmente óbvia quando se trata de candidaturas para visitar apartamentos mais baratos alugados por um particular: no extremo inferior da escala de preços (entre 500 e 1000 francos suíços), a diferença na taxa de aceitação de nomes kosovares/turcos, em comparação com os suíços, franceses, alemães ou italianos é de até 10 pontos percentuais.

Há também uma correlação direta entre a distância do apartamento de um centro urbano e as chances de conseguir uma visita; quanto mais longe de uma cidade, menos chance têm nomes como “Arben Gashi” ou “Yusuf Yilmaz”.

Pierre, Valentina e Hans têm mais chances

Curiosamente, a diferença diminui à medida que os preços dos apartamentos ficam mais altos, e no topo da escala (preços acima de 3.500 francos), os nomes estrangeiros eram mais propensos a serem convidados para uma visita do que os nomes suíços. De acordo com o Blick, isso reflete o fato de que há um “excesso de oferta” de tais apartamentos caros na Suíça; os proprietários estão dispostos a alugar para quem for possível.

Quanto aos nomes franceses, alemães e italianos, era mais provável que os nomes suíços e kosovares/turcos recebessem uma resposta positiva em todos os níveis.

E enquanto a plataforma humanrights.ch criticava a discriminação implícita nos resultados, o Departamento Federal de Habitação não vê motivo para uma ação imediata, especialmente porque a situação na Suíça não é diferente da de países “comparáveis”.

“Estudos como esses podem levar a uma melhor conscientização sobre esses problemas”, disse o diretor do departamento, Ernst Hauri. No entanto, “medidas específicas não são, a nosso ver, necessárias”.


Mostrar mais
Un quartier de maisons avec une montagne derrière

Mostrar mais

Casas, chalés, cooperativas ou espigões: descubra como moram os suíços

Este conteúdo foi publicado em A maioria dos suíços mora de aluguel. Em 2016, 2,2 milhões de lares viviam em um apartamento alugado e 1,4 milhão em um imóvel próprio. Desde 1970, a taxa de aquisição de imóveis vem aumentando constantemente na Suíça. Em 2017, o total de imóveis contava 4,47 milhões de moradias – e isso para 8,4 milhões…

ler mais Casas, chalés, cooperativas ou espigões: descubra como moram os suíços

swissinfo.ch/fh

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

Notícias

imagem

Mostrar mais

Explosão em estacionamento causa dois mortos na Suíça

Este conteúdo foi publicado em As explosões, que começaram em um estacionamento subterrâneo, levaram a um grande incêndio e à necessidade de evacuar os residentes de um edifício.

ler mais Explosão em estacionamento causa dois mortos na Suíça
imagem

Mostrar mais

Suíças têm maior probabilidade de ter nível superior

Este conteúdo foi publicado em As mulheres jovens na Suíça têm agora mais probabilidade do que seus colegas homens de ter um diploma de nível superior, de acordo com o Departamento Federal de Estatística.

ler mais Suíças têm maior probabilidade de ter nível superior
imagem

Mostrar mais

Suíça quer dar primeiro passo para paz na Ucrânia

Este conteúdo foi publicado em A presidente da Suíça, Viola Amherd, espera que a primeira conferência de paz para a Ucrânia crie confiança e busque soluções para questões de segurança.

ler mais Suíça quer dar primeiro passo para paz na Ucrânia
imagem

Mostrar mais

Suíços querem viajar para longe do país

Este conteúdo foi publicado em A maioria dos suíços está planejando pelo menos uma viagem de férias este ano, apesar do aumento dos custos e da inflação.

ler mais Suíços querem viajar para longe do país

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR