Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíços produzem e reciclam muito lixo

Sacos de lixo numa rua em Solothurn, noroeste da Suíça.

(Ex-press)

A Suíça é um dos países europeus que mais produz lixo: 724 quilos per capita por ano. Com isso, ela ocupa um quinto lugar nada louvável entre 30 países da Europa.

O ranking publicado esta semana pelo Departamento Europeu de Estatísticas (Eurostat), porém, não considera um outro dado importante: mais da metade do lixo produzido na Suíça é reciclado.

Com base em dados de 2007, o Eurostat afirma que a maior produtora de lixo na Europa é a Noruega (824 kg per capita/ano), seguida pela Dinamarca (801), Irlanda (788) e Chipre (752).

O último lugar (nesse caso, positivo) do ranking é ocupado pela República Tcheca, com apenas 264 quilos. A média europeia é de 522 quilos per capita por ano.

O volume de lixo per capita produzido na Suíça aumentou de 603 kg em 1996 para 724 kg em 2007. A maior parte é de origem doméstica, embora esteja incluído também lixo semelhante do comércio, setor de serviços e de instituições públicas.

Michael Hügi, da Secretaria Federal de Meio Ambiente (Bafu, na sigla em alemão), atribui o forte aumento do volume de lixo suíço à "elevação do padrão de vida, que aquece o consumo".

Por outro lado, a produção de lixo é minuciosamente quantificada na Suíça, tanto o que é queimado quanto o que é reciclado. Isso não é feito com a mesma acribia em todos os países, explicou Hügi à agência de notícias SDA.

Papel de liderança na reciclagem

Ao mesmo tempo em que produz muito lixo, a Suíça também se orgulha de ser um dos países líderes mundiais em reciclagem. "Consumimos enormes volumes de material, mas nosso país é exemplar no tratamento do lixo", diz Annetta Steiner, da Fundação Suíça de Proteção Prática ao Meio Ambiente (Push).

Desde os anos de 1980, o índice de reciclagem quase dobrou na Suíça. Em 2007, mais da metade (51%) do lixo doméstico e industrial produzido no país foi reaproveitado. Isso é bem mais do que a média europeia de 20 a 40%.

Em toda a Suíça há sistemas de coleta gratuita de papel e papelão, latas, plástico e vidro (transparente, verde e marrom). Baterias usadas podem devolvidas nos supermercados. Lixo tóxico pode ser levado para depósitos especiais. Também resíduos orgânicos de hortas e jardins podem ser entregues para reciclagem.

De acordo com um relatório da Bafu, 95% do vidro, 77% do papel e papelão, bem como 76% das garrafas PET – as mais usadas na Suíça – foram reclicados no ano que serviu de base à comparação do Eurostat. Um pouco menor (66%) foi a cota de reciclagem de baterias. Em 2008, esses índices foram inclusive superados.

Segundo Peter Gerber, do departamento de produtos de consumo e balanço ambiental da Bafu, a crescente separação de lixo se deve principalmente ao aumento da consciência ambiental e à criação de incentivos financeiros através da aplicação do "princípio do poluidor pagante", isto é, quem produz o lixo paga por sua eliminação.

Custos de 30 centavos per capita por dia

Segundo Urs Fitze, da Bafu, o custo do serviço público de eliminação do lixo doméstico é apenas 30 centavos de franco por habitante por dia, o corresponde mais ou menos ao preço de dois SMS.

Os moradores de Berna, por exemplo, pagam por volume de lixo não reciclável – entre 90 centavos o saco de 17 litros e 3 francos (US$ 3) o saco de 60 litros. A coleta nas ruas é feita duas vezes por semana. Outras cidades tem outros sistemas de coleta e cobrança das taxas de lixo.

No total, o país produziu 19 milhões de toneladas de lixo em 2007, sendo 12 milhões de toneladas de resíduos da construção civil, 5,64 milhões de toneladas de lixo doméstico e industrial e 1,2 milhão de tonelada de lixos especiais. O custo total de sua eliminação é estimado em 2,6 bilhões de francos.

A maior parte não reciclada é queimada nos 29 incineradores espalhados pelo país e usada para fabricação de concreto. Sobram 600 mil toneladas de escória e um milhão de toneladas de detritos da construção não utilizáveis, depositados em aterros.

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch (com agências)

Ranking do lixo

Quilos de lixo produzidos por pessoa em 30 países europeus em 2007:

1. Noruega: 824
2. Dinamarca: 801
3. Irlanda: 786
4. Chipre: 754
5. Suíça: 724
6. Luxemburgo: 694
7. Malta: 652
8. Holanda: 630
9. Áustria: 597
10. Espanha: 588
11. Reino Unido: 572
12. Islândia: 566
13. Alemanha: 564
14. Itália: 550
15. França: 541
16. Estônia: 536
17. Suécia: 518
18. Finlândia: 507
19. Bélgica: 492
20. Portugal: 472
21. Bulgária: 468
22. Hungria: 456
23. Grécia: 448
24. Eslovênia: 441
25. Letônia: 400
26. Romênia: 379
27. Letônia: 377
28. Polônia: 322
29. Eslováquia: 302
30. Rep. Tcheca: 294

Fonte: Eurostat

Aqui termina o infobox
(swissinfo.ch)


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×