AFP

A Amazon entrará no terreno ocupado pela plataforma YouTube, com um novo serviço anunciado nesta terça-feira, em que usuários poderão disponibilizar seus vídeos on-line

(afp_tickers)

A Amazon entrará no terreno ocupado pela plataforma YouTube, com um novo serviço anunciado nesta terça-feira, em que usuários poderão disponibilizar seus vídeos on-line.

O Amazon Video Direct (AVD) se apresenta como "um novo programa gratuito que permite aos criadores e a quem tem histórias a contar pôr seus conteúdos de vídeo à disposição dos clientes da Amazon".

A novidade surge poucos dias depois de a Amazon ter anunciado, junto com seus resultados trimestrais, a intenção de "aumentar significativamente" o gasto com vídeo on-line, setor em que tem investido nos últimos anos, delineando-se cada vez mais como um possível concorrente do Netflix.

Os vídeos com "upload" no AVD podem ser distribuídos em qualquer país em que o serviço de vídeo on-line da Amazon funcione: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Áustria e Japão.

Os criadores podem escolher entre várias formas de distribuição. Uma delas é a sua inclusão gratuita no serviço de vídeo em streaming por assinatura Amazon Prime, que já oferece milhares de filmes e séries de televisão.

afp_tickers

 AFP