AFP

(Arquivo) A fragata argentina Libertad, em Havana, no dia 1º de julho de 2014

(afp_tickers)

A fragata Libertad, navio símbolo da Argentina confiscada no julgamento em Nova York sobre o default do país, zarpou neste sábado do porto de Buenos Aires após o pagamento multimilionário a fundos credores que marcou o fim de 15 anos de exílio financeiro.

O navio de treinamento da Marinha de guerra "ARA Libertad" zarpou da doca norte do porto da capital argentina em torno das 08H30 locais (08h30 Brasília), acompanhado por música da banda da Armada e dos familiares da tripulação, informaram meios locais.

Em 2012, o fundo especulativo NML Capital obteve o embargo da fragata "ARA Libertad" através da justiça de Gana, no marco do julgamento em Nova York contra a Argentina pelo default.

A embarcação esteve retida durante 76 dias antes que um tribunal internacional revertesse esta decisão.

O barco partiu com uma tripulação de aproximadamente 350 oficiais em uma viagem de 196 dias com destino a Brasil, Estados Unidos e a vários países europeus, informou a agência Telam.

O ministro da Fazenda argentino, Alfonso Prat-Gay, havia assegurado na terça-feira que a fragata poderia "zarpar sem medo de ser embargada".

afp_tickers

 AFP