Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Brincos de urânio Alerta de recall para bijuterias radiativas na Suíça

Colares expostos em feira

As jóias radiativas (que não são as da fotografia) foram descobertas por funcionários da alfândega alemã.

(Keystone)

Uma empresa suíça vendeu jóias esotéricas de “íons negativos” contendo altos níveis de urânio e tório. O Departamento Federal de Saúde Pública escreveu para as pessoas que compraram as jóias, dizendo-lhes para enviá-las imediatamente às autoridades.

O porta-voz do departamento de saúde Daniel Dauwalder confirmou nesta segunda-feira relatos da mídia de que uma empresa não identificada importou pó de rocha da China com altos níveis das duas substâncias radioativas, que são prejudiciais para as células da pele e para a camada externa da pele.

O departamento de saúde disse que se as pulseiras, colares e brincos fossem usados ​​por várias horas por dia ao longo de um ano, o limite de dosagem de 50 millisieverts seria excedido. A longo prazo, isso aumentaria o risco de câncer de pele.

As pessoas que compraram as jóias não precisam tomar nenhuma medida médica, mesmo que já tenham usado as jóias, disse o departamento de saúde.

O pó de rocha radioativa foi descoberto por guardas aduaneiros alemães, que informaram o Departamento Federal de Saúde Pública.

Dauwalder disse que o departamento já recebeu vários ítens de joalheria, que serão propriamente destruídos. As bijuterias não devem ser jogadas no lixo normal. 


swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.