Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Neve instável Alerta máximo para risco de avalanche no leste da Suíça

O Instituto Federal Suíço de Pesquisa Florestal, da Neve e da Paisagem (WSL, na sigla em inglês) declarou grandes partes do leste da Suíça, incluindo a famosa estação de esqui de Davos, com o máximo de risco de avalanches.

bus under snow

Na quinta-feira passada, uma avalanche de 300 metros de largura varreu o Schwägalp, no cantão de Appenzell, no nordeste da Suíça

(Keystone)

Na segunda-feira (14), o WSL deu sua maior avaliação de risco de avalanche de “nível 5” para importantes áreas de turismo de inverno como Davos, Klosters, Grindelwald, Engelberg, Andermatt e Disentis. Áreas acima de 1800m foram citadas como sendo de alto risco de avalanches naturais “grandes ou extremamente grandes” devido à quantidade de neve instável.

“Ela pode alcançar os vales. Edifícios expostos e rotas de transporte estão em perigo ”, alertou o WSL.

Na quinta-feira passada, uma avalanche de 300 metros de largura varreu o Schwägalp, no cantão Appenzell, no nordeste da Suíça, enterrando mais de 25 veículos em um estacionamento e colidindo com um restaurante. Três pessoas ficaram feridas.

No início deste mês, duas pessoas foram mortas e uma ferida em avalanches separadas nas regiões de esqui.

Algumas regiões como o vilarejo de Disentis, no cantão dos Grisões, já não estão acessíveis por trem ou estrada devido a uma avalanche. Várias linhas da Ferrovia Rética (RhB) foram interrompidas no cantão devido à neve.

Outras linhas ferroviárias afetadas incluem aquela entre Chur e Arosa, ou entre Klosters Platz e Davos Platz. A linha Albula também foi interrompida entre Bever e Spinas.


Detecção de avalanche na era digital

Um projeto pioneiro em Zermatt está usando radar para detectar o início de uma avalanche, permitindo que as autoridades fechem a estrada principal de acesso à estação de esqui em segundos. (SRF/swissinfo.ch) Ao pé do Matterhorn, Zermatt é uma das estações de esqui mais populares da Europa. Há duas maneiras de chegar até Zermatt: seja por via ferroviária ou pela estrada que serpenteia o vale do Ródano. No entanto, esta estrada fica no caminho direto de várias avalanches. Durante as últimas três décadas, medidas de prevenção de avalanches, como explosões controladas, mantiveram a ameaça sob controle. O cantão do Valais deu um passo além instalando um sistema de radar que permite tempos de resposta muito mais curtos. Uma vez que uma avalanche é detectada, barreiras e semáforos são ativados para fechar a estrada. O projeto piloto está sendo financiado principalmente pelo cantão do Valais. O departamento responsável pelos riscos naturais está adotando novas tecnologias que melhoram a segurança, investindo em novos projetos de pesquisa todos os anos.


swissinfo.ch/fh

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.