Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Passaporte suíço Estrangeiros de Genebra correm para cumprir o prazo de naturalização

Capa de passaporte suíço

Regras de naturalização mais rigorosas entraram em vigor em 1° de janeiro de 2018

(Keystone)

Cerca de 5.800 estrangeiros que vivem em Genebra receberam a cidadania suíça em 2017 - um grande salto em comparação com 2016, quando os candidatos correram para cumprir o prazo do fim do ano, para evitar as regras mais estritas que entraram em vigor. Em termos gerais, os pedidos de passaporte suíço aumentaram 25% nos últimos três anos em todo o país.

O número de novos candidatos residentes em Genebra que obtiveram a cidadania suíça passou de 3.906 em 2016 para 5.789 no ano passado, informou a secretaria de controle populacional de Genebra na segunda-feira. Esse aumento foi acentuado pelas novas regras embutidas na lei de cidadania suíça, que entraram em vigor em 1º de janeiro de 2018. Só em dezembro foram enviados 1.700 pedidos em Genebra.

+ Como se tornar cidadã(o) suíça(o)

Desde o início do ano, os estrangeiros que se candidatam a um passaporte suíço devem agora possuir uma autorização de residência C e haver vivido no país por ao menos cinco ou dez anos, dependendo do país de origem, e devem ainda atestar a integração bem sucedida. Além disso, serão submetidos a outros requisitos rigorosos, incluindo uma prova escrita de língua.

A demanda de cidadania em Genebra aumentou acentuadamente nos últimos anos, em comparação com as 2.238 naturalizações aprovadas pelo cantão em 2014. Esses números seguem a tendência nacional, como mostra o gráfico abaixo. Em todo o país, o número anual de naturalizações (ordinárias e facilitadas) aumentou em 2017 para 45.901, contra 35.034 em 2014 - um aumento de 24%.

Conteúdo externo

Graphic showing naturalisations in Switzerland

No final de dezembro de 2017, o cantão de Genebra tinha 498.221 habitantes registrados. O marco de 500.000 deve ser alcançado em junho. Os residentes estrangeiros representam 40% da população, uma proporção ligeiramente mais baixa em relação aos anos anteriores, dos quais 65% provêm da Europa.

Pouco menos de um milhão de pessoas vivem na cidade e região extendida, conhecida como Grande Genebra, ou a região Franco-Valdo-Genevois, entre Nyon (cantão de Vaud) e Bellegarde-sur-Valserine, Annemasse, Meyrin, Bonneville, Thonon-les-Bains (França) e em Genebra. Em 2030, prevê-se que a população desta região cresça em pelo menos 200 mil pessoas.


swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.