Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Áustria empata e Alemanha perde no Grupo B da Euro

Roger Guerreio comemora seu gol irregular, que foi validado para a Polônia.

(Keystone)

O brasileiro naturalizado polonês Roger Guerreiro marcou um gol irregular para a Polônia, e Vastic, o "vovô" do torneio, empatou para a Áustria nos acréscimos e preservou as chances da co-anfitriã no torneio.

O resultado em Viena favorece a Alemanha, que foi derrotada por 2 a 1 pela Croácia em Klagenfurt e agora precisa apenas de um empate para passar às quartas-de-final.

Os técnicos da Polônia e da Áustria trouxeram três novos jogadores cada em relação às partidas que perderam na primeira rodada. Leo Beenhakker substituiu Golanski, Lobodzinski e Zurawski por Jop, Roger Guerreiro e Saganowski.

Na equipe austríaca, Josef Hickersberger trocou três atores no meio-de-campo: em vez de Säumel, Standfest e Gercaliu escalou Leitgeb, Ümit Korkmaz e Garics.

A Áustria começou melhor e imediatamente passou a pressionar a Polônia. Nos primeiros 17 min, teve três chances imperdíveis para abrir o placar, através de Harnik (duas vezes) e Leritgeb.

Os poloneses ficaram meia hora perdidos em campo, enquanto os austríacos desperdiçavam suas chances de gol. "Quem não faz toma", diz um velho ditado no futebol. E foi o que aconteceu.

Aos 30 min, Smolarek lançou para Saganowski, que tentou chutar para o gol. O goleiro austríaco Macho desviou a bola para os pés de Roger Guerreiro, que estava impedido no lance, mas marcou o gol, que o árbitro validou.

Foi o terceiro gol brasileiro na Eurocopa, depois dos que foram assinalados por Pepe e Deco para Portugal.

Com a vantagem no placar, a Polônia assumiu o controle da partida. No início do segundo tempo, os poloneses aumentaram a pressão. Aos 18 min, estiveram muito próximos de marcar o segundo gol, mas o goleiro Macho salvou duas vezes.

A equipe austríaca continuou buscando o empate, que acabou saindo nos acréscimos, através de um pênalti cometido por Levandovski em Prödl e cobrado por Vastic, com 38 anos, o jogador mais idoso da Euro.

O resultado não ajuda muito à Áustria ou à Polônia. A Croácia já está classificada como líder do Grupo B. Alemanha precisa apenas de um empate contra a Áustria, na próxima segunda-feira em Viena, para passar adiante. Mas também os austríacos e poloneses ainda têm chances remotas de se classificar.

Croácia 2 x 1 Alemanha

O técnico alemão Joachim Löw escalou a mesma equipe que derrotou a Polônia por 2 a 0 no primeiro jogo pelo Grupo B. Slaven Bilic trouxe uma novidade em relação ao 1 a 0 sobre a Áustria: Rakitic no lugar de Petric.

Os primeiros 15 minutos da partida foram de "respeito mútuo" e desgastantes disputas de bola no meio-campo, com imprecisões nos passes e sem grandes chances de gol para as duas equipes.

A Alemanha tentou mais os avanços ao ataque, mas logo viu que a Croácia era um adversário mais difícil do que a Polônia. Em comparação com o primeiro jogo, os alemães agiam com insegurança e nas bolas divididas quase sempre chegavam atrasados.

Aos 24 min, quando já se ouvia as primeiras vaias no estádio, a defesa alemã deu todo o tempo do mundo para Pranjic cruzar para a área. Jansen dormiu no meio e deixou espaço de sobra para Srna concluir com um chute de curta distância.

Chocada pelo gol, a Alemanha tentou reagir, mas o capitão Ballack se destacava mais pelos comandos verbais aos companheiros de equipe do que pelas boas jogadas, à exceção de uma cobrança de falta aos 32 min.

Dez minutos depois, num contra-ataque perigoso, o goleiro Jens Lehmann defendeu de forma espetacular uma bola chutada por Kranjcar de dentro da área, evitando o segundo gol da Croácia, que a essas alturas dominava o jogo.

No intervalo, Löw substituiu Jansen e fez duas mudanças táticas: recuou Fritz para a lateral-direita e mandou Lahm para a ala esquerda. Mas as alterações não deram grande resultado.

Os alemães continuaram pressionando a compacta defesa croata e tomando contra-ataques. Num deles, aos 18 min da etapa final, Podolski desviou um cruzamento no poste, Olic pegou o rebote livre na área e ampliou para 2 a 0.

Dez minutos depois, a Alemanha teve até então sua melhor chance no jogo. Ballack lançou Schweinsteiger na área, este driblou Corluka, chutou forte,mas o goleiro croata Pletikosa salvou para escanteio.

A 11 minutos do final, quando a torcida croata já cantava "adeus Alemanha", a equipe de Joachim Löw ainda marcou o gol de honra. Lahm cruzou na área, Ballack prolongou de cabeça para Podolski, que disparou uma bomba para o fundo das redes de Pletikosa.

Nos acréscimos, ainda houve um festival de advertências: cartões amarelos para Leko e Modric, da Croácia, e para o goleiro alemão Lehmann, bem como vermelho para Schweinsteiger (A), por ter empurrado um jogador croata após uma falta.

swissinfo, Geraldo Hoffmann

Áustria 1 x 1 Polônia

Áustria: Macho - Garics, Prödl, Stranzl, Pogatetz - Aufhauser (J. Säumel) - Leitgeb, Korkmaz – Ivanschitz (Kienast) – Linz (Vastic), Harnik
Técnico: Josef Hickersberger

Polônia : Boruc - Wasilevski, Jop, J. Bak, Mi. Zevlakov - Dudka, Lewandovski, Krzynowek - Roger Guerreiro - Saganovski, Smolarek
Técnico: Leo Beenhakker

Data: 12/06/2006
Local: Estádio de Viena, Áustria
Público: 51.428 (lotado)
Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Daren Cann (Inglaterra), Mike Mullarkey (Inglaterra), Viktor Kassal (Hungria)
Gols: Roger Guerreiro (P), aos 24 min do 1T; Vastic (A), de pênalti, nos acréscimos
Cartões amarelos: Korkmaz (A), Wasilewski (P), Krzynowek (A), Prödl (A)

Aqui termina o infobox

Croácia 2 x 1 Alemanha

Croácia: Pletikosa - Corluka, R. Kovac, Simunic, Pranjic - Srna (Leko), N. Kovac - Kranjcar, Modric, Rakitic - Olic
Técnico: Slaven Bilic

Alemanha: Lehmann - Lahm, Metzelder, Mertesacker, Jansen - Frings, Ballack - C. Fritz (Kuranyi), Podolski - Gomez (Schweinsteiger), Klose
Técnico: Joachim Löw

Data: 12/06/2006
Local: Estádio de Klagenfurt, Áustria
Público: 30 mil
Árbitro: Frank de Bleeckere (Bélgica)
Assistentes: Peter Hermans (Bélgica), Alex Verstraeten(Bélgica), Stéphane Lannoy (França)
Gols: Srna (C), aos 24 min do 1T; Olic (C), aos 17 min do 2T; Podolski (A), aos 34 min do 2T
Cartões amarelos: Srna (C), Simunic (C), Ballack (A), Leko (C), Lehmann (A), Modric (C)
Cartão vermelho: Schweinsteiger (A)

Aqui termina o infobox

×