Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Aeroporto inaugura nova ala em plena crise

Por

Novo terminal corre o risco de ficar vazio.

(Keystone)

Entra em funcionamento um novo terminal no aerporto de Zurique, o maior da Suíça.

A decisão de construi-lo foi tomada antes da grave crise que atinge a aviação civil depois dos atentados do 11 de setembro.

O aeroporto internacional de Kloten, em Zurique, está bem maior a partir de agora e, portanto, mais vazio.

Devido a situação difícil em que se encontra o tráfego aéreo civil atualmente, os responsáveis do aeroporto admitem que os planos de ampliação talvez tenham sido ambiciosos demais.

O terminal "E" - que entra agora em funcionamento custou 332 milhões de francos suíços (US 237 milhões) - é apenas parte das obras orçadas em 2,2 bilhões de francos.

O projeto de ampliação, que inclui um metrô subterrâneo além de outras inovações, foi aprovado em 1995 quando o tráfego aéreo estava em expansão e temia-se que as companhias aéreas abandonassem Kloten para operar em concorrentes maiores.

Depois disso as coisas mudaram. A Swissair faliu, a companhia que a substituiu (Swiss), já fez três planos de redução de vôos, o tráfego mundial de passageiros diminuiu muito depois dos atentados do 11 de setembro e da epidemia de pneumonia atípica na Ásia.

Além disso, um desacordo com a Alemanha limitou o uso do espaço aéreo alemão, criando problemas de tráfego em Kloten, que fica perto da fronteira entre os dois países.

Agora, teme-se que as novas instalações fiquem vazias durante meses ou até anos. A inauguração do novo terminal foi adiada durante quase um ano, justamento devido fatores conjunturais.

Sentimento díspar

"É claro que temos dúvidas no momento dessa inauguração, declarou a swissinfo Josef Felder, diretor da empresa Unique, que explora o aeroporto de Zurique.

"De um lado estamos contentes em oferecer aos nossos clientes estrutura nova e dos melhores padrões mundiais mas a forte redução do tráfego de passageiros cria uma situação difícil".

De aspecto futurista com elementos de vidro e concreto, o edifício também tem outras inovações: dupla fachada para diminuir o uso da calefação, energia solar e captores de água da chuva para utilizar nos banheiros.

Mas tudo isso também tem custos de manutenção elevados, da ordem de 62 milhões de francos por ano.

Capacidade ociosa

Com a abertura do terminal "E", o aeroporto de Zurique-Kloten terá condições de atender entre 30 a 40 milhões de passageiros por ano. No ano passado, foram apenas 18 milhões e, este ano, as projeções são de 17 milhões.

Para reduzir a capacidade ociosa, o terminal "B" será praticamente fechado mas poderá ser reaberto a qualquer momento, em caso de necessidade.

Josef Felder explica que os custos não vão paralizar o aeroporto porque o financiamento foi feito a longo prazo e ele aposta que a avião comercial vai sair da crise em que se encontra.

Novas companhias

"A mobilidade é algo importante e os suíços, em particular, dependem muito de suas atividades no estrangeiro; por isso estou seguro que o número de passageiros vai aumentar".

A companhia Swiss, que ainda representa 60% do tráfego no aeroporto de Zurique, decidiu suprimir 22 vôos a partir de outubro. Isso será compensado, em parte, por novas companhias e pelo aumento de vôos de outras que já operam em Kloten. Mesmo assim, haverá uma perda de 5 a 12% do número de vôos.

Passageiro vai pagar mais

Outra dificuldade são as taxas de aeroporto, que farão de Kloten um dos aeroportos mais caros da Europa.

No novo terminal, a taxa de embarque passará de 24,50 para 36 francos suíços, um aumento de quase 50%.

Ao colocar agora em serviço o novo terminal, os dirigentes do Unique Aeroporto de Zurique não puderam aproveitar do período precedente de crescimento do tráfego e terão de esperar novamente por dias melhores.

Swissinfo, Mark Ledsom, Zúrich
(Adaptação de Claudinê Gonçalves)

Breves

- Novo terminal "E" é dos mais modernos da Europa.

- Decisão de construi-lo foi tomada na época de expansão do tráfego.

- Aeroporto de Zurique passa a ter capacidade para 30 a 40 milhões de passageiros por ano.

- No ano passado, o aeroporto acolheu 18 milhões de passageiros.

- Este ano, estão previstos 17 milhões.

- Direção de Zurique-Kloten aposta na retomada do crescimento.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×