Navigation

África do Sul receberá primeiras vacinas contra covid-19 este mês

Teste de covid-19 em centro médico de Pretória, África do Sul afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 07. janeiro 2021 - 15:26
(AFP)

A África do Sul, o país mais afetado do continente pela pandemia do coronavírus, vai receber suas primeiras vacinas, um milhão de doses em janeiro e meio milhão no mês seguinte, anunciou o ministro da Saúde nesta quinta-feira (7).

"Estou feliz de anunciar hoje que o Serum Institute of India (SII)", o gigante da fabricação de vacinas "nos autoriza a anunciar que África do Sul receberá por parte deles um milhão de doses em janeiro e depois 500.000 em fevereiro", informou o ministro Zweli Mkhize.

Esta versão da vacina desenvolvida pelo AstraZeneca e a Universidade de Oxford será destinada aos profissionais da saúde, cerca de 1,25 milhão de sul-africanos prioritários, lembrou o ministro.

O governo espera vacinar dois terços de sua população antes do fim do ano.

Na noite de quarta-feira, o governo sul-africano anunciou um número recorde de novos casos em 24 horas, superando pela primeira vez os 20.000 e chegando a 21.832.

Perto do Natal, o número superou por três dias consecutivos os 14.000, o que parecia então vertiginoso s comparado com os 12.000 no auge da primeira onda de julho.

Mais de 31.000 sul-africanos morreram de complicações vinculadas com a covid-19.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?