Navigation

'Steve Jobs levou nossos empregos', afirma premier finlandês

Stubb foi designado primeiro-ministro no fim de junho, com a missão de ajustar uma economia que registrou recessão em 2012 e 2013. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2014 - 11:14
(AFP)

O primeiro-ministro da Finlândia, Alexander Stubb, afirmou nesta sexta-feira que o falecido fundador da Apple, Steve Jobs, provocou muitos problemas ao mercado de trabalho do país nórdico, com inovações tecnológicas que afetaram a indústria finlandesa.

"Nós tínhamos dois pilares: um era a alta tecnologia, com a Nokia, e o outro era a indústria do papel", declarou Stubb ao jornal econômico sueco Dagens Industri.

"Nalle Wahlroos, presidente do banco sueco Nordea, descreveu muito bem isto quando disse que o iPhone nocauteou a Nokia e o iPad a indústria madeireira, acelerando a queda da demanda de papel", disse o primeiro-ministro.

"Sim, Steve Jobs levou nossos empregos. Mas as coisas estão mudando. Aos poucos, mas com firmeza, nossa indústria madeireira está desviando da pasta de papel, para concentrar-se nas energias renováveis, e nossa indústria de alta tecnologia está mudando para os jogos", explicou Stubb.

Stubb foi designado primeiro-ministro no fim de junho, com a missão de ajustar uma economia que registrou recessão em 2012 e 2013. Analistas projetam um crescimento mínimo para 2014.

Um dos símbolos das dificuldades é a Nokia, ex-líder mundial do setor de telefonia móvel, que em abril venceu esta atividade, muito deficitária, para a empresa americana Microsoft.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.