Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

números de destaque da Copa do Mundo disputada no Brasil de 12 de junho a 13 de julho.

(afp_tickers)

Estes são os números de destaque da Copa do Mundo disputada no Brasil de 12 de junho a 13 de julho:

0 - Número de gols marcados após 120 minutos na partida de quarta-feira entre Holanda e Argentina por uma vaga na final, na primeira semifinal sem gols da história do torneio.

1,6 - Cotação das principais casas de apostas britânicas por uma vitória da Alemanha, enquanto a vitória alviceleste pagava 2,2 vezes a aposta feita.

3 - Pontos conquistados pela Espanha na vitória sobre a Austrália, que não evitou sua eliminação, a quinta ocasião na história em que o vigente campeão mundial foi eliminado na primeira fase (depois de Itália duas vezes, França e Brasil).

6 - Títulos conquistados pelos dois finalistas: Alemanha (4) e Argentina (2)

6 - Gols marcados pelo colombiano James Rodríguez, Bola de Ouro deste Mundial.

8 - Finais alcançadas pela Alemanha, um recorde.

9 - Partidas apitadas em Copas do Mundo pelo uzbeque Ravshan Irmatov, ábitro que mais dirigiu jogos no maior evento do futebol mundial.

10 - Cartões vermelhos exibidos no Brasil, longe do recorde de 28 da Copa da Alemanha, em 2006

16 - Recorde de gols marcados pelo alemão Miroslav Klose, maior artilheiro da história das Copas, superando Ronaldo "Fênomeno" (15).

16 - Defesas do goleiro americano Tim Howard no confronto das oitavas de final contra a Bélgica, um recorde.

24 - Anos, é o tempo que a Argentina ficou sem disputar uma final de Copa do Mundo.

30 - Segundos levou o americano Clint Dempsey para marcar contra Gana, no dia 16 de junho em Natal, no quinto gol mais rápido da história do torneio.

32 - Dentes tem um humano adulto, como Luis Suárez, expulso do Mundial por ter mordido o italiano Giorgio Chiellini.

113 - Minuto em que Mario Götze anotou o gol que deu o título mundial à Alemanha, o quarto de sua história e primeiro após a reunificação.

171 - Gols marcados no Brasil, igualando o recorde de vezes em que a bola balançou as redes em um torneio (de 32 equipes participantes), igualando a marca da Copa da França, em 1998.

187 - Cartões amarelos mostrados, com uma média de 2,9 por jogo, atrás dos 3,8 da África do Sul em 2010.

179 - O intervalo de segundos que a Alemanha levou para marcar três de seus cinco primeiros gols (do segundo ao quarto) na semifinal contra o Brasil, que terminou com a vitória histórica de 7 a 1 dos alemães.

1000/1 - A cotação de uma vitória da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1 na semifinal.

25.800 - policiais, soldados e agentes de segurança particular mobilizados no Rio para a final deste domingo no Maracanã.

2.000 - Gols na história da Alemanha, com o marcado por Thomas Müller contra o Brasil, 106 anos depois de Fritz Becker ter marcado o primeiro gol da Mannschaft.

580.166 - Recorde de tuítes por minuto enviados depois que o alemão Sami Khedira marcou o quinto gol da vitória alemã sobre o Brasil.

2.000.000 - Camisas da seleção alemã compradas pelos torcedores da Mannschaft para esta Copa do Mundo.

3.000.000 - De dólares em dinheiro foram enviados pelas autoridades ganesas ao Brasil para pagar a premiação aos jogadores da seleção.

35.000.000 - De dólares, a quantia que a Alemanha receberá como prêmio por conquistar a Copa do Mundo.

35.600.000 - Foi o número de tuítes enviados durante o confronto entre Alemanha e Brasil, na maior quantidade de mensagens postadas em um evento esportivo. O recorde anterior era de 24,9 milhões durante o SuperBowl de 2014.

11.000.000.000 - De dólares, a quantia total investida pelo Brasil para organizar o Mundial, o mais caro da história (o dos EUA, em 1994, custou 30 milhões).

AFP