Navigation

Argentina estende até 11 de outubro restrições por covid-19

(3 agosto) Voluntários fazem visitas nos arredores de Buenos Aires para detectar pessoas com sintomas de coronavírus afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. setembro 2020 - 20:58
(AFP)

O governo argentino decidiu estender até 11 de outubro as medidas de isolamento social para enfrentar a pandemia de covid-19, embora com uma abertura progressiva na área metropolitana de Buenos Aires onde o número de casos se estabilizou.

A Argentina começou o confinamento em 20 de março e cada província vem abrandando ou aumentando as restrições, dependendo da velocidade das infecções.

Em Buenos Aires, que registra em média 1.100 casos por dia, a atividade gastronômica em pátios e varandas, as obras em fase de conclusão e os atendimentos médicos não urgentes em hospitais serão liberados a partir de segunda-feira.

As aulas e os shows continuarão suspensos. As fronteiras serão mantidas fechadas, exceto para repatriações.

Durante os primeiros meses, os casos de coronavírus se concentraram em Buenos Aires, mas por várias semanas a doença se espalhou para as províncias.

Jujuy, Mendoza, Río Negro, Santa Cruz, Tierra del Fuego e Santa Fe são os que mais aumentam nos últimos 15 dias.

A Argentina acumula mais de 600.000 infecções e ultrapassa 12.000 mortes por covid-19.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.