Navigation

Armamento sofisticado dos rebeldes ucranianos preocupa Otan

(8 jul) Militante separatista é entrevistado após um ataque aéreo à cidade ucraniana de Donetsk afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. julho 2014 - 17:37
(AFP)

A Otan se declarou preocupada com a sofisticação das armas usadas pelos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, no dia seguinte à queda de um avião malaio supostamente derrubado por um míssil na região.

"Constatamos que a Rússia continue permitindo a passagem pela fronteira de mercenários e armas pesadas", afirmou uma fonte da Otan.

A fonte indicou que dois aviões de vigilância do tipo AWACS da Otan patrulhavam no espaço aéreo da Polônia e da Romênia quando o avião malaio caiu com 298 pessoas a bordo.

Os dados recolhidos por estes aviões estão sendo analisados, e as a Otan espera que, apesar da distância nas rotas aéreas dos AWACS e a do avião da Malaysia Airlines, o incidente tenha sido registrado.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.