Navigation

Avião da Malaysia Airlines estava com manutenção em dia

Gorter participa de uma entrevista coletiva no aeroporto Schiphol afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. julho 2014 - 17:46
(AFP)

O avião que caiu no leste da Ucrânia nesta quinta-feira, provocando a morte de 298 pessoas, estava com a manutenção em dia e funcionava normalmente quando o contato com o aparelho foi perdido, afirmou nesta sexta-feira a companhia Malaysia Airlines.

"A última verificação técnica havia sido realizada no dia 11 de julho e este avião, que tem os registros de manutenção em ordem, voou durante 17 anos", afirmou Huib Gorter, vice-presidente do braço Europa da Malaysia Airlines, em uma coletiva de imprensa no aeroporto de Amsterdã Schiphol.

Gorter disse que não podia fornecer informações sobre a localização das caixas-pretas, que registram os dados que ajudam os investigadores a esclarecer os fatos, afirmando que a equipe técnica estava a caminho de Kiev.

Mas o funcionário da companhia aérea insistiu que a aeronave era segura e estava em ordem.

"Havia aviões de muitas companhias aéreas que voavam por esta zona. Foi um incidente trágico que poderia ter acontecido com qualquer um", disse.

"A Organização Internacional da Aviação Civil declarou esta rota habitual segura e não existiam restrições para atravessá-la", acrescentou.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.