Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Banco da China emitiu títulos em yuan pela primeira vez nesta terça-feira, em Paris. De acordo com a organização Paris Europlace, o volume negociado totaliza dois bilhões de yuanes (326 milhões de dólares)

(afp_tickers)

O Banco da China emitiu títulos em yuan pela primeira vez nesta terça-feira, em Paris. De acordo com a organização Paris Europlace, o volume negociado totaliza dois bilhões de yuanes (326 milhões de dólares).

A emissão é o último passo em direção a uma cooperação maior entre China e França no setor financeiro desde que seus bancos centrais criaram uma câmara de compensação para as transações em yuan em junho.

Paris deseja se tornar líder na Europa nas negociações com a moeda chinesa, também conhecida como renminbi e rigidamente controlada pelo país.

A emissão dos títulos "completa o plano de atividades financeiras do BoC Paris", indica o comunicado da Paris Europlace, referindo-se às agências do Banco da China na França.

A venda dos títulos foi gerenciada pelo BNP Paribas, pelo Crédit Agricole-CIB, e pelo HSBC, com o objetivo de "dar apoio ao desenvolvimento comercial e financeiro das empresas da zona do euro que operam na China", explica o comunicado.

Pequim tem buscado aumentar gradualmente o uso global da sua moeda, flexibilizando seu controle cambial e ampliando a banda em que a moeda pode ser negociada com outras divisas.

A criação da câmara de compensação para o yuan em Paris facilita as operações comerciais e os investimentos de empresas francesas na China.

Paris Europlace é uma organização voltada para a promoção e o desenvolvimento do mercado financeiro em Paris.

AFP