Navigation

Bolívia vai flexibilizar quarentena a partir de 1º de junho

(Arquivo) Mulheres esperam em fila para banco em El Alto, na Bolívia afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. maio 2020 - 23:06
(AFP)

O governo da Bolívia anunciou nesta quinta-feira que, em 1º de junho, começará a flexibilizar a quarentena em vigor desde março, permitindo a circulação de pedestres e veículos em horários determinados.

Trata-se de "um esquema em que se permite a retomada de várias atividades econômicas", disse o ministro de Desenvolvimento Produtivo e Economia Plural, Óscar Ortiz, após uma reunião de gabinete.

Segundo o novo decreto, "os governos municipais e dos departamentos poderão estabelecer regulamentações adicionais às medidas de quarentena, sempre analisando, com o Ministério da Saúde, a evolução dos indicadores epidemiológicos".

"O que diz o decreto é que será possível circular entre 5h e 18h", especificou Ortiz. Os municípios e governos irão decidir que atividades econômicas serão autorizadas a funcionar.

O governo transitório boliviano determinou em março o confinamento total, que inclui o fechamento de fronteiras e do espaço aéreo, salvo para voos humanitários ou de comércio essencial.

A Bolívia registrava até ontem 7.768 infectados pelo novo coronavírus e 280 mortos, a maioria na região de Santa Cruz, com 5.366 casos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.