Navigation

Bolsonaro diz que pode ter câncer de pele

O presidente Jair Bolsonaro discursa durante cerimônia de promoção de generais das Forças Armadas em Brasília, 9 de dezembro de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. dezembro 2019 - 22:24
(AFP)

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (11) que seus médicos investigam a possibilidade de que ele tenha um câncer de pele.

"Tenho pele clara, pesquei muito na minha vida, fiz muita atividade. Então, a possibilidade de câncer de pele existe", declarou Bolsonaro em Brasília, após se submeter a um exame dermatológico.

O presidente apresentava um curativo na orelha esquerda, após ser submetido a exames no Hospital da Força Aérea Brasileira (FAB).

Inicialmente, a assessoria de imprensa informou que Bolsonaro, de 64 anos, faria exames de rotina e que está em boas condições de saúde.

À imprensa, o presidente afirmou não saber se será feita biópsia. Diante da insistência dos jornalistas sobre seu estado de saúde, Bolsonaro respondeu, brincando, que Hamilton Mourão continuará sendo seu vice.

O mandatário tinha previsto viajar esta tarde para Salvador para participar de um evento oficial, mas o compromisso foi cancelado na véspera. À tarde, Bolsonaro explicou que o motivo do cancelamento foi cansaço.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.