Navigation

Buenos Aires registra violência nas ruas após derrota argentina

Torcedores enfrentam a polícia em Buenos Aires após a derrota da Argentina para a Alemanha (1-0) na final da Copa do Mundo afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 14. julho 2014 - 10:11
(AFP)

Cem pessoas foram detidas e 70 ficaram feridas, uma delas em estado grave, em incidentes em Buenos Aires e outras cidades após a Argentina ser derrotada pela Alemanha por 1-0 na final da Copa do Mundo do Brasil.

"Aconteceram 100 detenções nos incidentes nas proximidades do Obelisco", afirmou o chefe de Gabinete, Jorge Capitanich.

Fontes médicas também anunciaram um balanço de 70 feridos.

A polícia utilizou gás lacrimogêneo contra os torcedores violentos, que atiraram pedras nos agentes, destruíram sinais de trânsito, quebraram vitrines e saquearam lojas.

"Foram circunstâncias lamentáveis que mancharam as comemorações que aconteceram em toda Argentina, com manifestações espontâneas para celebrar um acontecimento importante, porque há 24 anos a seleção argentina não chegava à final", disse Capitanich.

Cinquenta e cinco civis e 15 policiais foram hospitalizados. Um manifestante foi ferido por uma arma branca no pulmão e está em condição crítica, depois de ter passado por uma cirurgia.

"Os demais apresentavam politraumatismos de distintas considerações, ferimentos com cortes no rosto e couro cabeludo e fraturas nas pernas", disse o diretor do Serviço de Emergências (SAME) da capital argentina, Alberto Crescenti.

Uma ambulância e um carro de emissora de televisão foram atingidos nos ataques.

Os incidentes aconteceram durante a dispersão de centenas de milhares de manifestantes no Obelisco, a maioria famílias com crianças, para celebrar o vice-campeonato da Argentina no Mundial do Brasil-2014.

De acordo com Capitanich também foram registrados incidentes violentos em La Plata (60 km ao sul de Buenos Aires) e na cidade de Mar del Plata (400 km ao sul).

De acordo com a imprensa local, um homem foi atingido por um tiro no pescoço em Mar del Plata durante uma discussão.

Na manhã desta segunda-feira prosseguia a operação de limpeza ao redor do Obelisco.

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?

Boletim de Notícias
Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Quase terminado… Nós precisamos confirmar o seu endereço e-mail. Para finalizar o processo de inscrição, clique por favor no link do e-mail enviado por nós há pouco

Leia nossas mais interessantes reportagens da semana

Assine agora e receba gratuitamente nossas melhores reportagens em sua caixa de correio eletrônico.

A política de privacidade da SRG SSR oferece informações adicionais sobre o processamento de dados.