Navigation

Campanha de vacinação contra covid-19 nos EUA pode começar segunda ou terça-feira

Trabalhadores de saúde protestam por maior segurança no trabalho, em Los Angeles afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. dezembro 2020 - 15:59
(AFP)

O secretário de Saúde dos Estados Unidos, Alex Azar, estimou nesta sexta-feira (11) que a vacina Pfizer/BioNTech contra a covid-19 pode começar a ser administrada na população na segunda ou terça-feira, assim que for aprovada pelas autoridades reguladoras.

Depois que uma comissão consultiva da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) recomendou ontem a autorização do uso da vacina, o funcionário informou que este órgão regulador provavelmente dará sua aprovação definitiva "nos próximos dias".

"Vamos trabalhar com a Pfizer para a distribuição e podemos ter pessoas vacinando-se na segunda ou terça-feira da próxima semana", disse Azar em uma entrevista à rede ABC.

As doses serão entregues diretamente aos hospitais e farmácias que vão vacinar os grupos prioritários: residentes de lares de idosos e profissionais da saúde.

Um alto cargo da FDA afirmou que nos Estados Unidos o produto não é recomendado para pessoas que tenham alergia a algum dos componentes.

Estados Unidos é o país mais afetado pela pandemia com 15,6 milhões de casos confirmados e mais de 292.000 mortes, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, que são usados como referência.

Na quarta-feira, o país sofreu mais de 3.000 mortes em 24 horas.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?