Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O mestre das paródias Weird Al Yankovic participa do Festival de Cinema de Los Angeles, no estado americano da Califórnia, em 16 de junho de 2014.

(afp_tickers)

Uma campanha online para levar o mestre das paródias Weird Al Yankovic ao show do intervalo do Super Bowl superou a marca de 50.000 nomes nesta quinta-feira, 24 horas depois do lançamento da iniciativa.

Caso a campanha alcance o objetivo, o ícone dos anos 80, famoso pelas paródias hilárias de sucessos de artistas como Beyonce, Madonna, Michael Jackson, Bruce Springsteen, Rolling Stones e Nirvana, e que retornou às paradas de sucesso recentemente, será o astro de um dos momentos mais aguardados a cada ano pelo mundo do entretenimento.

"A performance sozinha seria hilária", escreveu Ed Ball, um fã do estado de Washington que iniciou a petição no site Change.org.

Em julho, Yankovic, 54 anos, que fez muito sucesso em 1984 com "Eat It", versão para o hit "Beat It" de Michael Jackson, conseguiu pela primeira vez na carreira alcançar a liderança da parada Billboard com o álbum "Mandatory Fun" - o primeiro disco de comédia a liderar a classificação em 51 anos.

O Super Bowl de 2014, a grande final da National Football League (NFL), a liga de futebol americano, acontecerá no dia 1º de fevereiro em Glendale, Arizona. Nos últimos anos, o show do intervalo superou uma audiência de mais de 100 milhões de espectadores na TV dos Estados Unidos.

AFP