Navigation

Cantor Chris Brown será julgado em setembro por agressão

Chris Brown diante do tribunal no distrito de Columbia, em Washington, DC afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. junho 2014 - 10:03
(AFP)

O astro do hip hop Chris Brown, de 25 anos, será julgado em 8 de setembro, acusado de ter agredido um fã do lado de fora de um hotel de Washington, já que os advogados não conseguiram chegar a um acordo.

A juíza da Corte Superior de Washington, Patricia Wynn, notificou Brown hoje sobre a data do processo.

O advogado da defesa, Mark Geragos, disse aos jornalistas que, como parte das negociações com o promotor, a acusação quer que Brown leia em voz alta uma declaração dos fatos, "que não era verdadeira". Ele não deu mais detalhes.

Chegar a um acordo poderia ter poupado Brown, que deve lançar seu sexto álbum de estúdio este ano, da possibilidade de enfrentar seis meses de prisão e uma multa de US$ 1.000.

Seu segurança Christopher Hollosy, de 35 anos, já foi declarado culpado de agressão no mesmo incidente e enfrentará um julgamento em separado para ouvir a sentença em 7 de setembro.

Hollosy trabalhou nesta quarta, acompanhando Brown no tribunal.

Há apenas três semanas, Brown deixou a prisão em Los Angeles, onde cumpriu 108 dias de detenção por ter violado o regime de liberdade condicional.

Ele estava na condicional pela agressão cometida contra sua então namorada, a cantora Rihanna, em 2009.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.