Navigation

Centenas de casas ficam danificadas após tornados incomuns no Chile

Casas danificadas em Los Angeles, sul do Chile, em 31 de maio de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. junho 2019 - 20:35
(AFP)

Os inéditos tornados que atingiram o sul do Chile, deixando um morto e dezenas de feridos, provocaram danos a centenas de casas, bem como às estruturas elétricas da região, informou neste sábado o Gabinete Nacional de Emergência (Onemi).

A cadeia de eventos meteorológicos, tornado e tromba d'água marinha, começou na quinta-feira, com um tornado na cidade de Los Ángeles, e prosseguiu na sexta com as trombas que tocaram o solo em Concepción e Talcahuano, três da região sul de BioBío.

Após a passagem do sistema frontal, que afetou quatro regiões do sul do país "registra-se uma pessoa morta, 64 afetadas e 28 feridas", detalhou o Onemi.

O órgão ainda contabilizou "duas casas destruídas, 190 com danos graves e 500 com danos a avaliar".

O presidente Sebastián Piñera viajou na noite de sexta para a região, assumindo o controle do Comitê de Emergência.

Agentes das forças armadas e equipes de emergência levantam toneladas de escombros e colaboram com a reconstrução, dividindo materiais, plásticos e lonas para tapar tetos e janelas destruídos pelo vento.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.