Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Jovem indiana participa de protesto contra estupros em Hyderabad, em 13 de setembro de 2013.

(afp_tickers)

A polícia indiana deteve o chefe de uma aldeia do estado de Jahrkhand (leste) por ordenar o estupro de uma menina de 11 anos em represália pelo comportamento de seu irmão, anunciou nesta sexta-feira a polícia.

Os exames médicos confirmaram a agressão sexual contra a menina, segundo a polícia deste estado. O irmão da vítima havia sido acusado anteriormente de agredir uma vizinha em outra aldeia do distrito de Bokaro.

Esta vizinha e seu marido se queixaram a um dos líderes da aldeia. Ele sugeriu que o homem estuprasse a irmã ou a filha do suposto agressor em represália.

"Eles a levaram à floresta e a estupraram", declarou a mãe de menina à rede de televisão CNN-IBN.

"Todos os moradores vieram, mas ninguém fez nada. Choramos, pedimos ajuda, mas ninguém fez nada", acrescentou.

A polícia deteve o marido da vizinha pelo estupro e o chefe local por ordená-lo. O irmão da vítima, de uma casta considerada inferior, também foi detido pela tentativa inicial de agressão.

Desde o fim de 2012, quando uma estudante morreu após um estupro coletivo, as agressões sexuais comovem os habitantes da Índia, onde a lei contra este tipo de crime foi endurecida nos últimos meses.

AFP